Habilidades profissionais: o que são, quais as mais valorizadas e como desenvolver?

25/04/2022
Kumon Brasil
Compartilhe:

Foto de dois colegas de trabalho sorridentes conversando. As habilidades profissionais comportamentais são cada vez mais importantes no mercado.

Se você está escrevendo seu currículo ou mesmo almejando evoluir em sua carreira, provavelmente já deve ter se deparado com um campo dedicado às habilidades profissionais.


Muita gente fica em dúvida na hora de listar as próprias aptidões. Afinal, é para descrever suas habilidades no trabalho de forma mais prática, como a capacidade de controlar uma escavadeira ou manejar um bisturi, ou será que esta é a hora de falar sobre sua criatividade, organização e liderança?


Pois é, o tema parece simples, mas nem sempre é fácil de compreender. Por isso, fizemos este artigo explicando direitinho o assunto e trazendo alguns exemplos de habilidades de um profissional.


Quando você terminar a leitura, estará bem mais preparado para identificar os seus pontos fortes e aqueles nos quais pode evoluir, o que seguramente vai trazer benefícios para a sua carreira.


Pronto para começar?


Saiba mais sobre o método Kumon e descubra como ele pode ajudá-lo a desenvolver seu máximo potencial!


Leia mais:


O que são habilidades profissionais?


Habilidades profissionais são competências que agregam valor ao seu trabalho. Elas costumam ser muito apreciadas pelo mercado, já que possibilitam a realização das tarefas de forma ainda melhor.


Apesar de algumas pessoas nascerem com algumas dessas habilidades, como o talento para liderar, todo profissional tem a possibilidade de desenvolvê-las por meio de cursos, aprimoramento, estudo e muita prática.


E o que são habilidades?


O conceito de habilidades de um profissional está inserido dentro de algo maior, que chamamos simplesmente de habilidades.


Ser habilidoso em algo significa realizar uma ação com excelência: resumindo, é fazer bem feito. 


Mas nem todo mundo que é bom em algo necessariamente é habilidoso em tudo. Veja só como podemos classificar as aptidões de um indivíduo:


Habilidades cognitivas


Habilidades cognitivas são as capacidades mentais envolvidas no processo de construção do conhecimento. Tratam-se de aptidões essenciais ao longo da vida, como a memória, atenção, linguagem, criatividade e foco.


Habilidades motoras


Estão relacionadas à coordenação motora, ou seja, a capacidade de coordenar e executar movimentos decorrente da integração entre o cérebro, músculos e articulações. Pode ser dividida em coordenação motora ampla e coordenação motora fina.


Habilidades sociais


São aptidões que permitem nossa interação e relacionamento com as pessoas e a sociedade. Podem – e devem – ser trabalhadas desde cedo por meio de uma abordagem socioemocional da educação.


Habilidades profissionais


Habilidades profissionais são as capacidades relacionadas ao trabalho, que fazem a diferença em um ambiente profissional. É sobre elas que vamos falar a seguir.


Conhecimentos, Habilidades e Atitudes (CHA): como se completam?


Foto de três mulheres jovens trabalhando. A colaboração é um dos tipos de habilidades no trabalho muito valorizadas.


A sigla CHA refere-se a um conjunto formador de experiências do ser, composto pelo conhecimento, habilidades e atitudes.


O primeiro, o conhecimento, pode ser definido como o objeto do saber. Ou seja, é tudo aquilo que a gente aprende ao longo da vida, seja na escola, nos livros, na família ou em nossos círculos de convivência social.

Já as habilidades correspondem ao próprio saber. Habilidades são o conhecimento usado com o objetivo de resolver um problema. 


No caso do nosso artigo, em que o foco são as aptidões profissionais, podemos dizer que são as ferramentas usadas no trabalho para aplicar o que se sabe na prática.


Por fim, as atitudes estão ligadas à razão pela qual fazemos algo. São elas que definem onde e com que intensidade vamos aplicar nosso conhecimento. 


Como você pode perceber, conhecimento, habilidades e atitude estão conectados um ao outro. Portanto, aqui vai uma dica importante: se você quer desenvolver suas habilidades para trabalhar, não esqueça de aprimorar os outros dois fatores desta equação.


Por que é importante desenvolver as habilidades profissionais?


Já que você está lendo esse texto, pressupomos que de certa forma deseja conseguir um emprego, uma promoção ou uma nova oportunidade profissional, certo?


Para tudo isso, é importante desenvolver as habilidades profissionais. Foi-se o tempo em que bastava conhecer o processo técnico ou mecânico de algo para realizar uma função.


Hoje em dia o mercado está cada vez mais competitivo, e a tecnologia tem apresentado inúmeras oportunidades e desafios.


Um exemplo claro destas mudanças está na área de serviços. Atualmente, é possível recorrer a uma empresa ou a um profissional autônomo nos mais diferentes setores. É com base na forma de trabalho que mais se adapta a você que as aptidões profissionais devem ser trabalhadas.


Se você busca crescer em uma empresa, provavelmente precisará concentrar seus esforços em habilidades como coordenação, gestão de pessoas e tomada de decisões.


Por outro lado, se você é autônomo ou quer empreender, talvez seja mais interessante trabalhar a negociação, orientação para servir e criatividade.


A seguir, vamos explicar melhor quais são os tipos de habilidades profissionais e alguns exemplos mais valorizados pelo mercado.


Quais são os tipos de habilidades profissionais?


Existem dois grandes grupos de habilidades profissionais: as técnicas e as comportamentais. Saber como classificá-las vai ajudá-lo a identificar que pontos deseja desenvolver e qual a melhor maneira de fazer isso.


Técnicas


São aptidões profissionais ligadas ao domínio de procedimentos e métodos de trabalho. Estas competências costumam ser desenvolvidas mais facilmente, por meio de cursos e capacitações. Também são conhecidas atualmente como hard skills.


Comportamentais


Neste caso, estamos falando de competências ligadas às suas atitudes e forma de agir. Como estão conectadas a aspectos e características de cada pessoa, aperfeiçoá-las exige um pouco mais de esforço. Você também vai encontrá-las com o nome de soft skills.


Exemplos de habilidades profissionais mais valorizadas pelo mercado


Tanto habilidades profissionais técnicas quanto comportamentais são muito valorizadas pelo mercado.


As primeiras foram, por muito tempo, a principal medida para analisar um profissional, já que são facilmente identificáveis ou mensuráveis. Alguns exemplos de habilidades deste tipo são o conhecimento de uma língua estrangeira, graduação ou certificação segundo alguma norma.


As soft skills, ou habilidades comportamentais, têm ganhado cada vez mais espaço no mercado. Isso se deve principalmente à mudança que vem ocorrendo nas empresas ao longo dos últimos anos.


Hoje em dia, as organizações estão atentas não só a capacidade técnica, mas também a como o profissional consegue usá-la em um ambiente cada vez mais volátil, incerto, mutável e colaborativo.


A seguir, confira alguns exemplos destas habilidades e porque elas são importantes para o seu desenvolvimento profissional.


1. Inteligência emocional


Nenhuma máquina possui a capacidade de controlar ou criar pensamentos. Esta é uma habilidade muito útil em líderes e gestores, promovendo um olhar positivo diante das adversidades.


2. Gestão de pessoas


Mesmo com a evolução da automação, as pessoas ainda são um recurso muito valioso para as corporações. Para que elas possam alcançar seu máximo potencial produtivo, é preciso saber como identificar talentos, desenvolver colaboradores e gerenciar equipes com motivação e empatia.


3. Coordenação


Foto de um grupo de pessoas trabalhando juntas em uma mesa. A coordenação é um dos exemplos de habilidades profissionais atualmente desejadas pelo mercado


Para os líderes, esta é uma competência fundamental. Promover a conexão e colaboração, bom relacionamento entre colegas e coordenar diferentes ideias e talentos em torno de um objetivo comum são aptidões profissionais que não podem ser executadas por máquinas e são muito valorizadas nos ambientes de trabalho atuais. 


4. Negociação


Todas as habilidades profissionais anteriores estão relacionadas a um constante negociar entre as pessoas. Em qualquer ambiente de trabalho, saber lidar com as diferenças e conflitos é algo importante para compartilhar e trazer resultados.


5. Orientação para servir


A disposição para ajudar os outros é indispensável para o trabalho em equipe. Uma cultura de colaboração torna o ambiente de trabalho mais produtivo e aberto a melhorias. 

6. Flexibilidade cognitiva


Diante do surgimento de novas profissões e formas de trabalho, é indispensável saber se adaptar rapidamente às mudanças, ampliando os modos de pensar e encontrando caminhos distintos para a resolução de problemas.


7. Julgamento e tomada de decisões


Em um cenário marcado pelo Big Data e pela informação, profissionais com aptidões necessárias para interpretar os dados disponíveis e tomar decisões com base nesta análise serão cada vez mais disputados pelo mercado. 


8. Criatividade


Máquinas não conseguem construir novas ideias a partir de informações aparentemente diferentes, desenvolver alternativas inteligentes para a resolução de problemas ou assimilar mudanças constantes de forma a tirar proveito delas. 


Assim, esta é uma capacidade fundamental para quem deseja se manter relevante profissionalmente.


9. Pensamento crítico


A capacidade de olhar para uma questão sob diferentes perspectivas, usando o pensamento crítico, raciocínio e a lógica para questionar, identificar vantagens e desvantagens, considerar soluções diferentes e chegar a conclusões próprias tem sido cada vez mais valorizada por empresas de todos os ramos.


10. Resolução de problemas complexos


Esta é uma estrutura construída sobre a base da anterior, e será uma das habilidades profissionais mais requisitadas nos próximos anos. Diante do aparecimento de novas tecnologias, dados e informações, a capacidade de resolver problemas nunca vistos antes é uma das competências essenciais para o profissional do futuro.


Como a tecnologia vem impactando no perfil profissional?


Você conhece o conceito de Quarta Revolução Industrial?


Assim como as revoluções anteriores foram marcadas por mudanças profissionais e sociais decorrentes da inovação, como a aplicação da eletricidade, máquinas a vapor ou computadores, esta tem sua origem nas tecnologias digitais.


A internet e os dispositivos que se relacionam com ela, como os smartphones, mudaram a forma de interagirmos em todos os ambientes, das amizades à forma de aprender, de como consumimos até o jeito como trabalhamos.


Toda essa digitalização traz consigo a automação, a inteligência artificial e um protagonismo cada vez maior das máquinas em busca de precisão, eficiência, economia e maior escala de produção.


Diante disso, algumas profissões já foram extintas ou correm o risco de desaparecer. Por outro lado, alguns tipos de habilidades profissionais têm tudo para se destacar neste cenário, em que as funções intelectuais e humanas ganham cada vez mais importância.


Como as habilidades de um profissional são desenvolvidas?


Como dissemos anteriormente, todas as habilidades profissionais podem ser aprendidas, desenvolvidas ou aperfeiçoadas.


Isso é mais simples quando falamos de hard skills, que podem ser aprendidas por meio de cursos e capacitações. Por exemplo: não sabe falar inglês? Basta escolher a melhor escola para resolver este ponto.


Mas como agir quando falamos de soft skills? Qual é o caminho para desenvolver a liderança, o pensamento crítico, a empatia, a criatividade?


Uma das formas de chegar lá é ampliando o conhecimento sobre você mesmo. Não à toa, o autoconhecimento é uma das habilidades básicas para desenvolver as demais.


Neste caso, contar com uma mentoria, coach ou profissional especializado em carreiras pode ser de grande ajuda para identificar seus pontos fortes e como trabalhá-los. Além disso, a experiência prática é de grande valor e deve ser aplicada sempre que possível.


Conheça as habilidades que o Kumon desenvolve para a vida profissional

Foto de um jovem estudando, concentrado. No Kumon, o aluno aprende a desenvolver várias habilidades profissionais úteis no mercado de trabalho.


No Kumon, os alunos não só melhoram sua formação acadêmica, como também adquirem habilidades profissionais importantes para o futuro e a carreira. 


A seguir, separamos alguns exemplos de habilidades profissionais aprimoradas pelo método que ajudarão você quando ingressar no mercado de trabalho.


Como o nosso método de estudos, estas habilidades são desenvolvidas desde cedo, trabalhando a autoconfiança, autodidatismo, pensamento crítico, raciocínio lógico e criatividade, com o objetivo de levar as pessoas a atingirem o seu máximo potencial. 


Autonomia


No Kumon, você começa os estudos revisando temas que conhece. Assim, reforça os pontos básicos e consegue solucionar exercícios complexos sozinho, usando o que já sabe para chegar na resposta. Quando necessário, os orientadores dão dicas, mas não falam o resultado.


Essa capacidade de raciocínio é utilizada na vida profissional para lidar com um cenário de crise ou tomar decisões importantes.


Autoconfiança


Quando finaliza as atividades sem auxílio, o aluno se sente motivado a continuar aprendendo. A sensação de confiança aumenta a cada desafio resolvido. Logo, ele passa a acreditar no próprio trabalho e entende que, com esforço e dedicação, pode alcançar todos os seus objetivos.


Esse sentimento, além de contribuir para a autoestima, ajuda você a ter coragem para seguir caminhos inovadores, como estudar fora do país ou abrir um negócio.


Organização


Os alunos do Kumon frequentam a unidade duas vezes por semana e pode ser presencial, híbrido ou ambos. Lá, conversam com os orientadores, resolvem o material didático, sempre prestando atenção no tempo usado em cada exercício, e recebem atividades para fazer em casa.


Dessa forma, eles aprendem a organizar o tempo e a conciliar dever com lazer. Essa habilidade de lidar com o relógio é exigida, por exemplo, para ocupar cargos de liderança, nos quais é necessário gerenciar prazos, executar e administrar múltiplas tarefas.


Agilidade de raciocínio


No Kumon você é estimulado a resolver os exercícios no menor tempo possível, o que ajuda a adquirir agilidade de raciocínio. Assim, no futuro, pode desempenhar funções que demandam precisão e rapidez na tomada de decisões.


Para saber tudo que podemos fazer por seu futuro profissional, visite uma unidade Kumon e converse com nossas orientadoras!


Conclusão


Neste texto você descobriu a importância de desenvolver suas habilidades profissionais, e como um trabalho bem feito neste sentido faz toda a diferença em sua carreira.


Além disso, viu mais a fundo alguns tipos de habilidades profissionais e como elas são classificadas como técnicas (hard skills) ou comportamentais (soft skills). Mesmo com diferentes níveis de dificuldade, todas podem ser desenvolvidas ou aperfeiçoadas.


Para isso, é importante nunca deixar de se atualizar e aprender coisas novas, além de investir no autoconhecimento como ferramenta para se conhecer melhor e se destacar no mercado de trabalho.


Se você compreendeu a importância de tudo isso, mas ainda não sabe por onde começar, que tal visitar o nosso site e saber mais sobre o Kumon? 


Nosso método de estudos trabalha a organização, disciplina, autoconfiança e prazer em aprender, e pode fazer toda a diferença em sua jornada profissional.

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.