Países que falam inglês: você sabe quais são eles?

03/03/2022
Kumon Brasil
Compartilhe:

São mais de 35 países que falam inglês como língua oficial. 


Você sabe quais são os países que falam inglês? Já vamos adiantar: só os que têm o idioma como língua oficial são mais de 35.


No total, estamos falando de uma quantidade de pessoas próxima a um bilhão, entre quem usa o inglês como língua oficial ou segundo idioma. É a língua mais falada no mundo todo, seguida pelo mandarim chinês, o hindi e o espanhol.


Quando consideramos somente o número de falantes que usam o inglês como idioma principal, ele fica em terceiro lugar. São 375 milhões de pessoas, espalhadas por muitos países que tem o inglês como língua oficial.


Você já se perguntou por que os países que falam inglês são tantos, e estão em tantos lugares?


A língua inglesa se espalhou pelo mundo durante os séculos XVIII e XIX, quando o Império Britânico exercia um grande domínio mundial. Nesta época, os territórios sob seu comando somavam cerca de um quarto do planeta.


O poder e influência do Império Britânico se estendiam a colônias em inúmeros locais do planeta, em todos os continentes, da Índia à África do Sul. Foi assim que o número de lugares que falam inglês aumentou. Os mais conhecidos, atualmente, são Austrália e Estados Unidos.


No século XX, os EUA seguiram o caminho de seus colonizadores e assumiram o domínio mundial, continuando a espalhar o inglês pelo mundo. Isso ocorre até hoje por meio da cultura, da economia e da diplomacia, entre tantos outros campos nos quais o idioma prevalece.


Nesse post, você vai descobrir quais países falam inglês, qual a importância de dominar o idioma e entender por que o curso de inglês do Kumon é a melhor opção para aprender a língua inglesa.


No curso de inglês do Kumon você estuda no seu próprio ritmo. Faça sua matrícula!


Leia mais:


Quais países falam inglês?


Podemos apostar que você pensou em Inglaterra e Estados Unidos, não é? Estes são definitivamente os países que falam inglês mais conhecidos, e também a base para o aprendizado de pronúncias nos cursos de idiomas.


Porém, além deles, existem muito mais países que falam inglês. É difícil saber com exatidão quantas pessoas fazem parte deste grupo, já que nem todo mundo que fala a língua inglesa é um falante nativo.


O inglês é o idioma mais aprendido como segunda língua, variando de 470 milhões a mais de um bilhão de pessoas, dependendo dos critérios usados para chegar a este número (como o nível de proficiência, por exemplo).


Muitos países que você nem imagina que falam inglês vão aparecer na nossa lista. Isso acontece porque muitos possuem mais de uma língua oficial, como é o caso do Canadá, que tem como línguas oficiais o inglês e o francês.


Países que falam em inglês como língua nativa oficial


Entre os países que falam inglês como língua oficial, o que possui a maior população de falantes nativos são os Estados Unidos, com 215 milhões de pessoas.


Mas será que podemos dizer que o inglês é a língua oficial dos EUA?


Na prática, sim. Porém, na teoria, acontece uma situação curiosa. Ao contrário do que acontece na constituição brasileira, que designa o português como idioma oficial, a dos Estados Unidos não define um idioma oficial para o país.


De acordo com o modelo de Estado adotado pelos EUA, os estados teriam inclusive autonomia para definir idiomas oficiais diferentes do inglês, bastando para isso incluir um artigo na legislação estadual.


Agora que você já conhece esta curiosidade, saiba quais são os lugares que falam inglês como língua nativa oficial:


  • Austrália

  • Bahamas

  • Estados Unidos

  • Granada

  • Guiana

  • Inglaterra

  • Escócia

  • Gales

  • Irlanda

  • Jamaica

  • Nova Zelândia

  • Trinidad


Países que falam inglês como língua oficial


Os países que têm o inglês como língua oficial, porém não de forma nativa, costumam ser aqueles ainda ligados ao período das colônias do Império Britânico. Isto explica a grande quantidade de lugares no continente africano, como você pode ver abaixo.


  • Botsuana

  • Fiji

  • Gâmbia

  • Gana

  • Libéria

  • Maurício

  • Nigéria

  • Rodésia

  • Serra Leoa

  • Uganda

  • Zâmbia


Países que falam a língua inglesa como segundo idioma oficial


Nestes países existem inúmeros dialetos, além de mais de um idioma oficial. O exemplo mais expressivo é a Índia. Somando nativos e não nativos, estima-se que o país possua o maior número de pessoas do mundo que falam ou entendem inglês.


  • Camarões

  • Índia

  • Lesoto

  • Malui

  • Malta

  • Namíbia

  • Nauru

  • Filipinas

  • Singapura

  • África do Sul

  • Suazilândia

  • Tanzânia

  • Tonga

  • Samoa Ocidental


Quantos países falam inglês no mundo?

Você sabe quais são os países que falam inglês?


Determinar os países que falam inglês é algo difícil. Mesmo não sendo língua materna ou oficial, o idioma ainda pode ser falado por grande parte das pessoas de uma região.


Basta ver destinos turísticos conhecidos, como Paris ou Atenas. Ainda que não seja utilizado no cotidiano, o inglês é fundamental para atender a pessoas do mundo inteiro.


E essas pessoas, por sua vez, também falam inglês e o usam em suas viagens, mesmo que não venham de países que falam a língua inglesa. Viu só por que é difícil chegar a um número exato?

Além do inglês, uma série de línguas interessantes e importantes são faladas mundo a fora e ser poliglota tem se tornado a busca de muitas pessoas. Entenda o que significa poliglota e saiba como desenvolver essa habilidade!


Qual a importância de falar inglês?


Seja como língua oficial, nativa ou recurso para atender o turista, é inegável que é importante saber falar inglês.


Nos dias de hoje, não há como imaginar expandir horizontes acadêmicos ou profissionais sem dominar o idioma. Em um ambiente de estudos e trabalho cada vez mais dinâmico e interligado globalmente, falar inglês é obrigatório.


Afinal, a língua inglesa deixou há muito tempo de ser um diferencial profissional. A globalização se tornou parte da vida de todas as pessoas, extrapolando o ambiente econômico. Hoje o mundo todo está conectado pela internet.


Falar inglês é uma necessidade para poder se comunicar e aproveitar todo o conteúdo e oportunidades que este ambiente oferece. Por isso, é importante ter conhecimentos básicos, como os meses do ano em inglês, e conhecimentos avançados. 


Língua mundial


O inglês é o idioma oficial da internet, pelo menos aqui no ocidente. Também é a língua usada oficialmente para firmar acordos entre nações, fazer negócios que extrapolam fronteiras, reunir líderes mundiais e apresentar eventos globais.


Viagens


Só quem já passou pela desagradável situação de precisar resolver um problema em um idioma que não conhece, como uma reserva em hotel que está errada ou bagagem perdida no aeroporto, sabe como o inglês é importante para viajar.


Mas saber falar a língua inglesa não é algo que você vai usar somente nas horas de aperto. Entender o idioma permite viver a cultura dos países que falam inglês de forma muito mais intensa, conversar com quem vive lá e ampliar seu repertório cultural.


Trabalho

Para conhecer todos os países que falam inglês, um salário maior ajuda.


Saber falar inglês não é mais um diferencial profissional. Dependendo do setor de atuação e cargo pretendido, o idioma é inclusive condição essencial para uma carreira de sucesso.


Entre as 15 posições que mais exigem domínio da língua inglesa, o inglês é requisito obrigatório para 95% das vagas, segundo um estudo do Banco Nacional de Empregos (BNE).


Veja quais são elas:


  • Analista de relações internacionais

  • Analista de comércio exterior

  • Analista de importação e exportação

  • Engenheiro de telecomunicações

  • Secretária bilíngue

  • Gerente de projetos

  • Tradutor

  • Analista de infraestrutura

  • Gerente de TI

  • Engenheiro eletricista

  • Analista de business intelligence

  • Analista de comunicação

  • Gerente de marketing

  • Analista de processos

  • Analista de redes



Falar inglês também faz diferença no salário. Segundo estudo da Catho, quem domina a língua inglesa pode receber até 52% a mais que quem não consegue se comunicar plenamente no idioma, dependendo, claro, do nível hierárquico na carreira.


Outra pesquisa, do British Council e do Instituto de Pesquisa Data Popular, mostrou que apenas 5% dos brasileiros fala outra língua. Entre esta pequena parcela, somente 1% é fluente em inglês. 


Deu para perceber como investir no aprendizado completo e sério de inglês é primordial para quem deseja se destacar no mercado de trabalho? Garanta que estará preparado para as oportunidades de trabalho que surgirem com estas dicas de entrevista em inglês


Conhecimento


Seja para estudar, trabalhar ou simplesmente se aprofundar em um tema de interesse, saber inglês faz toda a diferença.


Compreender bem o idioma permite acessar cursos e publicações produzidos em inglês que não possuem tradução para o português, assim como participar de seminários e palestras internacionais.


Entender a língua inglesa também é indispensável para manter os conhecimentos atualizados, permitindo ler as últimas descobertas e avanços de cada área em artigos, materiais científicos ou publicações de jornais e revistas de países que falam inglês.


Estudos


Sair do Brasil para aproveitar oportunidades em países que falam inglês é um sonho ou meta para muitas pessoas.


Estudar em instituições de ensino renomadas, como a Universidade de Stanford, na Califórnia, agrega muito ao seu currículo e desenvolve competências bastante valorizadas pelo mercado.


Fazer um intercâmbio para aprimorar suas habilidades também é uma excelente ideia. Como você viu neste post, existem bem mais opções de lugares que falam inglês do que Estados Unidos e Inglaterra.


Já imaginou poder morar e aprimorar suas habilidades na Nova Zelândia, Escócia ou Irlanda?


Faça agora mesmo nosso Quiz de Inglês Básico e descubra qual é o seu nível de conhecimento desse idioma tão importante!


Aprenda inglês com o método Kumon


No Kumon de inglês, o objetivo é desenvolver a capacidade de leitura e interpretação de textos avançados, inclusive de obras originais.


Assim como é característica geral do método Kumon, independente de qual seja a disciplina, o curso de inglês segue o ritmo do próprio aluno. São levadas em consideração sua capacidade de aprender, velocidade de aprendizado e tempo disponível para se dedicar aos estudos.


Isso faz com que cada pessoa possa aprender inglês de forma individualizada, trabalhando passo a passo para solucionar os materiais de forma cada vez mais natural e independente.


Confira no vídeo abaixo os principais diferenciais do curso de inglês do Kumon:




Material rico


O material didático começa com conteúdos básicos, que podem ser facilmente resolvidos, e de modo suave evolui para exercícios mais complexos.


Por meio de ilustrações e palavras é possível compreender a situação, e com os áudios gravados por nativos de países que falam inglês, assimilar o som e o seu significado. 


Partindo de histórias e conteúdos de seu interesse, você avança para conteúdos mais complexos, ampliando seu vocabulário.


Assim, o material didático do Kumon desenvolve a capacidade básica de estudos que será requisitada na escola, nos vestibulares e na vida profissional.


Exemplo de material didático do curso de inglês Kumon



Autonomia


Diante de uma rotina cada vez mais repleta de compromissos e dificuldades para conciliar trabalho, vida pessoal e estudos, muitas pessoas não conseguem ter o tempo necessário para se dedicar a adquirir este conhecimento tão importante.


Se é o seu caso, temos uma coisa bem legal para contar: no Kumon, tradicionalmente, o aluno estuda meia hora por dia, no horário que preferir.


Ou seja: com o método Kumon, você só precisa de 30 minutos de estudos por dia para se tornar fluente em inglês.


Vocabulário aprofundado


No Kumon, o aluno amplia gradativamente seu vocabulário, à medida que compreende o significado das palavras, expressões ou textos em inglês.


Ao praticar a pronúncia por meio da leitura em voz alta do conteúdo e resolver os exercícios escritos, internaliza a estrutura própria do idioma.


O material didático do Kumon é estruturado para desenvolver, ainda no Ensino Fundamental 1, a capacidade necessária para lidar com os conteúdos do Ensino Fundamental 2. E, no Ensino Fundamental 2, para desenvolver as competências necessárias para o Ensino Médio.


Tecnologia


O aplicativo Kumon Audiobook, disponível para iOs e Android, ajuda o aluno a assimilar o ritmo e a entonação do idioma, a estrutura de frases e expressões e praticar a leitura em voz alta. 


Para aproveitar tudo isto, basta um computador, tablet ou smartphone e uma conexão à internet.


Suporte


Seja de forma presencial ou remota, um dos pilares do método Kumon é tratar cada aluno de forma única, com base em sua capacidade de aprendizado e características. 


Ou seja: nada de aulas gravadas ou coletivas. Aqui, você conta com um estudo orientado individualmente, de acordo com seu próprio desenvolvimento e ritmo.


Encontre a unidade mais próxima e faça já sua matrícula no curso de inglês do Kumon!


Conclusão


Viu só? Motivo é o que não falta para estudar inglês pelo Kumon.


Ao terminar o curso, você estará pronto para visitar os países que falam inglês, aproveitar as melhores oportunidades de estudar fora do país, manter-se atualizado e dar um grande salto profissional!


Lembre-se: há algum tempo, dominar o idioma era um importante diferencial para conquistar uma vaga de emprego. 


Hoje, é um requisito básico para quem deseja evoluir na carreira e aproveitar todas as possibilidades que os tempos atuais oferecem.


E você pode começar a investir em você agora mesmo, já que no Kumon não há necessidade de formar turmas ou esperar o início do semestre.


E então, pronto para aprender?

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.