Matemática no dia a dia: onde usamos no nosso cotidiano?

02/05/2022
Kumon Brasil
Compartilhe:

Foto de duas amigas em uma mesa. Uma delas está pagando a conta. Ao fazer isso, ela usa a matemática no dia a dia.

Perceber a importância da matemática no dia a dia é fácil: ela está presente quando vemos as horas ao acordar, compramos alguma coisa, ouvimos música, cozinhamos ou fazemos um pedido pelo delivery. 


Por mais cotidianas que sejam, todas estas ações envolvem raciocínio lógico-matemático em diferentes graus de complexidade.


Como você pode ver, a importância da matemática em nossas vidas vai muito além da época da escola ou dos vestibulares. Trata-se de um conhecimento essencial em todos os momentos, desde as horas de lazer até os desafios profissionais.


Neste texto, você vai descobrir outros exemplos de onde usamos a matemática no nosso dia a dia, vai saber como incluir o universo dos números no cotidiano de seu filho e entender por que isso é tão importante.


Já pensou em aprender matemática com prazer e no próprio ritmo? Pois é exatamente o que o Kumon oferece ao seu filho. Visite nosso site e conheça melhor este método inovador.


Leia mais:


11 situações que usamos a matemática no dia a dia


Você já parou para pensar na quantidade de situações em que precisamos usar a matemática no dia a dia? 


Algumas delas são bastante óbvias, como calcular o troco do supermercado ou organizar as contas do mês.


Porém outras não são tão evidentes assim. Muitas vezes usamos nosso conhecimento com números e cálculos para realizar uma atividade e nem percebemos.


Por exemplo: você já tinha pensado em como usamos a matemática para ouvir música ou dirigir?


Se você ficou curiosa, confira algumas situações em que a matemática está presente no nosso cotidiano.


Fazer compras


Um dos exemplos mais claros de como usamos a matemática no dia a dia é quando fazemos compras (ou quando a cobrança delas chega).


Neste simples ato precisamos calcular quantidades, descontos, valores, troco e colocar em prática uma infinidade de conhecimentos matemáticos.


Na próxima vez que for ao supermercado, por exemplo, repare nestas seguintes situações: 


  • É preciso pegar as quantidades certas de produtos que você vai precisar para determinado período, seja ao fazer compras para todo o mês ou simplesmente um jantar especial.

  • Se você não souber onde encontrar algum item, provavelmente usará a teoria dos conjuntos para procurá-lo na gôndola mais provável.

  • Se você escolhe a fila com três pessoas, cada uma com cestinhas e poucos itens, em vez daquela que só tem uma pessoa com o carrinho cheio, você está fazendo um cálculo matemático.


Em transações bancárias


Basta ir até sua agência ou abrir o aplicativo do banco para entender imediatamente a importância da matemática em nossas vidas.


Em qualquer transação bancária é possível calcular porcentagens, juros compostos, adições (oba!), subtrações, e muito mais.


Tem um boleto aí perto de você? Então dê uma olhadinha agora mesmo e veja quantas informações matemáticas é possível encontrar por ali.


Cozinhar


Foto de uma mulher usando pepinos fatiados para cozinhar. Esta é mais uma situação em que usamos a matemática no dia a dia.

Outra situação muito comum em que podemos compreender a matemática no cotidiano é quando cozinhamos.


Seja usando uma receita encontrada na internet ou fazendo aquele bolo de família passado de geração em geração, cozinhar envolve:

  • Planejar quantidades. Se você vai fazer um jantar para quatro pessoas, precisa garantir que vai ter comida para todo mundo, não é mesmo?

  • Usar frações, como ¾ de xícara, inclusive realizando operações com elas. Se a receita pede ½ colher de sopa de um ingrediente, mas você resolveu duplicar a quantidade, está usando seus conhecimentos na prática!

  • Saber calcular o tempo de cada preparo para que todos os pratos fiquem prontos juntos. 


Pegar meios de transporte


Saber como usar a matemática no dia a dia é muito útil se você não quer, por exemplo, chegar atrasada a um compromisso ou gastar mais dinheiro com transporte do que gostaria.


Se você vai de ônibus ou metrô, precisa calcular o valor da tarifa, e talvez precise conferir se o seu troco está certo. 


No caso de um aplicativo, a coisa não é muito diferente. É preciso verificar o tempo médio para chegar ao seu destino para saber a que horas deve chamar o transporte, monitorar a distância a ser percorrida e calcular o valor a ser pago.


Usando o celular


Lembra que dissemos que há matemática no cotidiano até mesmo em situações que nem imaginávamos?


Usar o celular é uma delas. Ou seja, agora, enquanto lê esse texto, é muito provável que você esteja realizando alguns cálculos matemáticos sem perceber.


Quer ver só? Temos certeza que você se fez pelo menos uma dessas perguntas no dia de hoje:


  • Daqui a quanto tempo preciso carregar a bateria? 

  • Quantas mensagens chegaram enquanto eu lia esse texto? 

  • Será que tem espaço para instalar mais um aplicativo?

  • Está na hora de deletar algumas fotos antes de ficar sem espaço?


Em jogos eletrônicos


Chegou a hora de usar os jogos de celular e o videogame como aliados do seu filho. Afinal, eles são uma forma divertida de aplicar a matemática no dia a dia e dar sentido prático a conceitos abstratos.


Apesar de ser uma característica comum na maioria dos games, hoje em dia a relação entre a matemática e os jogos eletrônicos está ainda mais evidente.


Você sabia que alguns dos jogos mais populares hoje em dia, como Roblox e Minecraft, são usados inclusive para ensinar programação para as crianças?


Na música

Se você toca algum tipo de instrumento musical, certamente está acostumada a aplicar conceitos da matemática na música. 


Para tocar é importante dominar divisões em tempos, compassos, intervalos entre as notas e até mesmo a duração de cada uma delas.


Agora, se você não tem nem ideia do que é isso, ainda assim está usando a matemática para ouvir suas músicas preferidas.


Ao se perguntar quanto tempo falta para uma música chegar ao fim ou depois de quantos versos vem o refrão, você está aplicando seu raciocínio lógico-matemático na prática sem nem perceber!


Dirigir


Dirigir é um jeito super complexo de aplicar a matemática no dia a dia. Além de ser necessário realizar um cálculo de tempo, para sair na hora certa e evitar atrasos ou correrias, você precisa fazer cálculos a todo instante.


Quando cruza uma via, por exemplo, você calcula se dará tempo de atravessar antes do carro que está lá longe chegar. Automaticamente, você está aplicando conceitos de velocidade, distância, tempo e todas as relações entre eles para realizar uma ação aparentemente simples.


O mesmo acontece na hora de decidir se é melhor acelerar para passar no amarelo ou reduzir para não furar o sinal vermelho. 


Fazer uma reforma


Você sabia que mudar a disposição dos móveis na sua casa, trocar o carpete por piso laminado, pintar as paredes e planejar o quarto do bebê são excelentes exercícios matemáticos? 


Assim como acontece quando cozinhamos, todas essas ações exigem planejamento em relação à quantidade de materiais e tempo para concluí-los.


A diferença é que, quando falamos de uma reforma ou reorganização, usamos bastante os conceitos vindos da geometria, seja para entender onde encaixar melhor os móveis ou para calcular a área de piso que precisará de uma reforma. 


Cuidar da saúde


Até mesmo quando falamos de cuidar da nossa saúde, estamos falando sobre incluir a matemática no dia a dia.


Para saber se você está em forma, por exemplo, um dos principais indicadores é o índice de massa corporal (IMC). Adivinha como ele é descoberto? Exatamente: com uma fórmula matemática.


Quer mais um exemplo? Basta lembrar das idas ao pediatra do seu filho. Medições de circunferência da cabeça, tamanho, peso, frequência cardíaca e curva de crescimento são apenas algumas das importantes aplicações da matemática em um consultório.


Alfabetização


O quê? A matemática é importante para aprender a ler e escrever?


Pois é, foi exatamente isso que você leu. Apesar de existir uma ideia de que português e matemática são opostos, a realidade é que uma pode ser usada a favor da outra.


Assim como ter uma boa interpretação de texto é importante para entender os enunciados e melhorar o desempenho na matemática, o contrário também é válido.


Como a comunicação passa pelo fato de relacionar símbolos com significado, aprender a classificar e conservar e assimilar noções de quantidade, a matemática tem muito a contribuir neste processo.


Por que é importante aprender matemática desde criança?


A importância da matemática em nossas vidas é bem maior do que os exemplos que trouxemos neste texto, e vai muito além de um conhecimento para ser usado somente na escola.


Incluir a matemática no dia a dia do seu filho desde cedo é fundamental para estimular as habilidades cognitivas e desenvolver diversas habilidades, como a resolução de problemas e o raciocínio lógico-matemático.


Além disso, quando a criança compreende desde pequena que seus conhecimentos com números, formas e cálculos possuem uma relação prática e essencial em sua vida, fica mais fácil afastar a ideia de que a matéria é um bicho de sete cabeças.


Aprender matemática desde cedo, de forma lúdica e com brincadeiras, é um excelente jeito de encorajar seu filho a ter prazer e curiosidade em aprender. Saiba como aprender matemática do zero para ajudar o seu filho a desenvolver uma relação mais próxima com os números desde cedo! 


Quiz de Matemática Kumon é uma excelente forma de entender como está a relação do seu filho com a matemática. Acesse-o gratuitamente e faça o teste!


Como incluir a matemática no dia a dia de uma criança?


Foto de um grupo de crianças montando quebra-cabeças. Jogos são uma ótima maneira de usar a matemática no dia a dia.


Incluir a matemática no dia a dia de uma criança pode parecer algo complicado, a princípio, mas nós vamos provar que é muito mais fácil do que você pensa.


Para começar, abandone a ideia de que a matemática se resume a equações e fórmulas complexas. Ela é, antes de mais nada, uma forma de entender o mundo ao nosso redor.


Por isso, ela deve ser apresentada ao seu filho de forma lúdica e divertida. Cantar, por exemplo, é um modo muito gostoso de trabalhar habilidades como seriação, padrões, sequências e regularidades.


Outra maneira de incluir a matemática no cotidiano da criança é usando jogos, como quebra-cabeças ou o jogo da memória.


Viu só como não é nada complicado? Se você quiser ainda mais dicas, veja formas divertidas de ensinar matemática para a criançada.


Afinal, qual a importância da matemática no nosso dia a dia?


Agora que você já conhece alguns exemplos de onde e como usar a matemática no dia a dia, é hora de ir além e se perguntar: por que isso é importante?


Se você chegou até aqui neste artigo, já sabe que a importância da matemática vai muito além das provas da escola, um exame vestibular ou uma profissão no futuro.


Usar o raciocínio lógico-matemático é fundamental para entender melhor o mundo onde vivemos. Às vezes a aplicação desse conhecimento é tão básica que esquecemos dela, mas a verdade é que usamos a matemática para andar, comer, brincar, conversar… 


Ter esta consciência torna tudo mais leve, não é mesmo? A matemática deixa de ser algo assustador para se transformar em uma coisa prática e viva, que faz parte de nossas vidas e está sempre ao nosso lado.


Aprender matemática não precisa ser um sofrimento. Visite a unidade do Kumon mais próxima de você e descubra como nosso método funciona!


Conclusão


Neste texto, você viu como a matemática está presente no nosso dia a dia por meio de exemplos super práticos, que talvez nunca tivesse notado.


Para realizar ações corriqueiras, como ver as horas ou comprar algo no supermercado, é necessário fazer cálculos e usar o raciocínio lógico-matemático.


Estas situações cotidianas e aparentemente simples são mais uma prova de que a importância da matemática no dia a dia vai muito além de estudar para uma prova ou conseguir um emprego.


Por isso, apresentar a matemática desde cedo para as crianças, por meio de brincadeiras, jogos e canções é uma ótima forma de mostrar para elas que este conhecimento tem muitas aplicações práticas.


Ao fazer isso, você aumenta as chances de ajudar seu filho a gostar de estudar e não considerar a matemática um bicho-papão durante sua jornada de aprendizado.


Porém, se ainda assim ele estiver com dificuldades de aprendizagem, lembre-se que pode contar com a tradição, eficiência e originalidade do método Kumon.


Foi assim com a aluna Isabelle Neves, que morria de medo da matemática, não ia bem na matéria e questionava a própria capacidade. Apenas um mês após começar no Kumon, ela tirou 9,2 em uma prova e ganhou mais confiança para conquistar seus sonhos. 


Parece mágica? Pois nós chamamos de motivação e respeito à individualidade de cada aluno. Conte com a gente!

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.