Matemática para crianças: 9 formas divertidas para ensinar a criançada!

07/03/2022
Kumon Brasil
Compartilhe:

É importante começar a ensinar matemática para crianças desde a Educação Infantil.

Ensinar matemática para crianças é mais que trabalhar os números: é estimular as habilidades cognitivas e o raciocínio lógico.


Desde pequeno, seu filho compreende as relações matemáticas, mesmo sem perceber. Basta olhar ao seu redor. A matemática está presente em tudo: nas formas geométricas, quantidades, distâncias e conjuntos.


Pode não parecer, mas brincar com blocos ou correr na areia são exercícios de matemática para crianças.


Mesmo assim, é comum ver muitos pequenos com dificuldades nesta disciplina. Por que será que isso acontece?


Uma das principais razões é que, quando se começa a aprender matemática, a criança não vê sentido prático no que está estudando. Por isso, começar a abordar os conceitos matemáticos na Educação Infantil é tão importante.


Neste texto nós vamos mostrar a importância da matemática para as crianças e trazer dicas de atividades que estimulem seu uso, reforçando o valor deste aprendizado e de um curso como o Kumon para ajudar a desenvolver o conhecimento do seu filho. 


Aprimore as capacidades de seu filho no curso de matemática do Kumon


Leia mais:


Como ensinar matemática para crianças?


Quando a matemática é trabalhada de maneira inadequada na infância, tem grandes chances de se tornar um problema durante toda a vida escolar.


Porém, incluí-la no cotidiano do aluno é mais simples do que parece. Observe seu filho por alguns minutos e perceba como ele usa a matemática enquanto brinca, para calcular distâncias e compreender conceitos como para cima, para baixo, para a frente e para trás.


É assim que a matemática para crianças deve ser ensinada: como uma ferramenta para interpretar o mundo em que vivemos. Ela está nos jogos, na música, na arte, nas brincadeiras e na maneira como o pensamento é organizado.


Mais que ensinar matemática para crianças, é preciso encorajá-las a ter prazer e curiosidade em aprender.


Jogos

Uma das técnicas de como ensinar matemática para crianças é o uso de jogos e brincadeiras.


Um dos objetivos da matemática é resolver problemas. E não estamos falando somente de problemas numéricos, mas situações que necessitam de raciocínio.


Para as crianças estas situações são representadas por jogos e brincadeiras. Elas podem ir desde os tradicionais ábaco, cubo mágico e amarelinha, até jogos como dominó, tangram, torre de Hanói e tabuleiro imantado.


Esta abordagem lúdica ajuda seu filho a enfrentar desafios, buscar soluções, criticar, criar estratégias e ter atitude.


Também é uma maneira de tornar a matemática divertida para crianças, fazendo com que permaneçam mais tempo focadas, tenham mais interesse nos estudos e prazer em aprender.


Bingo infantil


O bingo para crianças não é muito diferente do que você já conhece. O objetivo é completar todos os números de uma fileira ou de toda a cartela e ter o prazer de gritar BINGO!


Há muitas opções por aí, desde as desenvolvidas especialmente para as crianças como as de adultos, que podem ser simplesmente adaptadas usando a imaginação.


Que tal usar contas coloridas, lantejoulas ou jujubas para marcar os números? Além de divertida, a matemática para crianças também pode ser bem gostosa!


Palitinhos


Há muitos anos, essa brincadeira simples é sucesso entre crianças do mundo todo.


Para começar basta reunir dois ou três amiguinhos e dar três palitos para cada um deles. Eles escondem as mãos nas costas e seguram quantos palitos quiserem, ou nenhum.


Cada participante deve dizer quantos palitos acha que todos juntos vão mostrar.


Ao mostrar a resposta, a matemática para crianças entra em ação e todos exercitam a sequência numérica, adição e subtração.


Quebra-cabeça


Quebra-cabeças trazem inúmeros benefícios para o desenvolvimento das crianças.


O próprio professor Toru Kumon, criador do método Kumon, fala bastante deles em seus livros.


Este tipo de jogo trabalha o raciocínio lógico e a resolução de problemas. A criança precisa criar uma estratégia, testar hipóteses e exercitar a geometria para conseguir montar toda a figura.


Jogo da memória


Além da memória (claro) esta é uma excelente forma de exercitar a concentração, o foco e estimular novas técnicas de memorização.


Após embaralhar todas as cartas, disponíveis em pares, elas devem ser colocadas com a face para baixo sobre a mesa.


Cada jogador vira duas cartas. Se forem iguais, fica com elas. Se não, recoloca-as no lugar e passa a vez. Ganha quem tiver mais pares. 


Dominó


O jogo de dominó é mais complexo do que parece!


Do ponto de vista dos benefícios envolvendo a matemática para crianças, ele trabalha o raciocínio lógico por meio de regras, operações, levantamento e testagem de hipóteses.


Tudo isso de forma divertida!


Cubo mágico


O cubo mágico, ou cubo de Rubik, é conhecido no mundo todo.


Trata-se de um quebra-cabeça em três dimensões, com uma cor em cada face. Parece fácil, mas você sabia que a combinação de suas peças 3x3 possibilita quarenta e três quintilhões de resultados errados e apenas um correto?


Para resolvê-lo, é preciso trabalhar a sequência de movimentos correta. No campo da matemática, podemos dizer que é um algoritmo.


É difícil e nem todo mundo consegue resolver, mas com certeza será um ótimo desafio para despertar a curiosidade pela matemática para crianças.


Vídeos


A tecnologia pode ser uma grande aliada do ensino de matemática para crianças. Jogos, aplicativos e vídeos são divertidos e ajudam a aprender. Tudo com moderação, é claro!


Muitos deles trabalham conceitos pré-aritméticos, ou seja, que serão necessários para aprender matemática do zero. Aqui estamos falando de tamanhos, como grande e pequeno, de comparações, como igual ou diferente, e de posições no espaço, como em cima, embaixo ou ao lado.


Além disso, as plataformas de streaming estão repletas de vídeos animados coloridos e interessantes em suas seções infantis que ajudam a aprender os números, contar, somar e subtrair.


Música


Crianças adoram músicas, principalmente quando as cantigas têm gestos e coreografias. Ainda bem, porque esta é uma ótima forma de ensinar matemática para crianças, além de contribuir com o desenvolvimento infantil!


Quem não lembra de músicas como “1, 2, 3 indiozinhos”, “1, 2, feijão com arroz” e “1 elefante incomoda muita gente, 2 elefantes incomodam muito mais”?


A música desenvolve habilidades úteis para compreender conceitos matemáticos como noção de tempo, regularidades, sequências e padrões.


Por exemplo: para cantar, seu filho precisa memorizar uma sequência de ritmos e letras. Esta habilidade, chamada de seriação, é um dos 7 processos mentais básicos para aprender matemática.


Curso


Além de motivar seu filho a estudar em casa, usando algumas das técnicas que mostramos, também é possível contar com a ajuda de um curso para potencializar a evolução do aprendizado.


O curso possui um método estruturado para desenvolver as habilidades da criança, inclusive utilizando atividades lúdicas para ela aprender com prazer e desenvolver seu máximo potencial.


O Kumon é pioneiro no ensino de matemática para crianças. O método foi criado em 1954 por um professor de matemática. O filho dele não estava indo bem na matéria na escola, e ele não tinha tempo para poder ajudá-lo todos os dias.


Resumindo: o professor Toru Kumon era gente como a gente!


Foi então que ele desenvolveu o método Kumon, que logo se mostrou um aliado poderoso no desenvolvimento das habilidades de milhares de alunos.


Qual a importância de ensinar matemática para crianças?


É durante o período da Educação Infantil que seu filho constrói a base dos conhecimentos matemáticos que levará para a vida.


Este repertório é importante não só para o aprendizado da matéria no futuro, mas também para o desenvolvimento das habilidades cognitivas, criatividade e raciocínio lógico. É justamente nesta fase que estas capacidades devem ser estimuladas.


Uma maneira de solidificar estes pilares é trabalhar de modo lúdico a construção do conhecimento, desde cedo. Quando a matemática é exercitada somente no Ensino Fundamental, a criança tem mais chances de passar por dificuldades de aprendizagem e em toda a vida escolar.


Porém, quando é feito o caminho contrário e estes conceitos são trabalhados corretamente desde a Educação Infantil, abrem-se as portas para um melhor desenvolvimento intelectual, social e emocional.


Aspecto cognitivo


A matemática para crianças tem importância essencial no desenvolvimento integral das capacidades e habilidades cognitivas. Na Educação Infantil, ela tem papel fundamental no aprimoramento do raciocínio lógico e da criatividade.


Explorar ideias relacionadas a padrões, formas, números e espaço é primordial para ampliar as capacidades perceptivas e motoras para o pleno desenvolvimento do seu filho.


Autonomia


A matemática para crianças trabalha algo com que elas viverão para sempre, inclusive fora da escola.


Ao abordar conceitos matemáticos desde cedo, seu filho aumenta a capacidade de resolver problemas, desenvolve o pensamento crítico, aprende a argumentar, questionar e tomar decisões. Em outras palavras, dá os primeiros passos para a construção da própria autonomia.


Raciocínio lógico


O desenvolvimento da matemática está intimamente relacionado ao aperfeiçoamento do raciocínio lógico.


Quando a criança é exposta a conceitos matemáticos simples, como identificar padrões, por exemplo, o cérebro aprende a perceber similaridades, diferenças e repetições.


Estes aprendizados vão bem além da matemática, e são mais usados do que você imagina. Eles estão presentes na maneira como seu filho define o grupo de afinidade ou como organiza as roupas no armário.


Resolução de problemas


Não tem jeito: desde muito pequenos até a vida adulta, lidamos com situações diárias que precisam ser resolvidas.


Elas podem ir das mais simples às mais complexas. Do melhor horário para pegar a estrada até o cálculo dos juros de um empréstimo para comprar uma casa.


Em todas elas, é necessário questionar, compreender a situação e utilizar as informações que temos para pensar em soluções.


Para resolver estas questões usamos habilidades socioemocionais, como a capacidade de argumentar e a inteligência emocional. E, claro, a matemática, com habilidades como o cálculo mental, por exemplo. 


Autoconfiança


Ensinar matemática para crianças desde pequenas é uma ferramenta poderosa para formar adultos mais autoconfiantes.


Com esta base sólida de conhecimentos, eles lidam melhor com as novidades e avanços da tecnologia, conseguem argumentar com mais assertividade e têm mais segurança para tomar decisões.


Como o Kumon ensina matemática para crianças?


O ensino de matemática no Kumon começa com um teste diagnóstico, para saber em que nível de conhecimento seu filho está. 


A determinação do ponto de partida é feita de acordo com a capacidade atual da criança, e a série escolar praticamente não é considerada. Assim, o aluno começa os estudos em um ponto em que consegue fazer os exercícios com facilidade. 


Ao ter esse desempenho logo na matéria que encontrava dificuldade, a confiança aumenta e a criança passa a sentir segurança, fica motivada e naturalmente aprende a gostar de estudar.


A partir daí, ela evolui no próprio ritmo, indo para a próxima etapa somente após dominar a anterior.


Dê o play e confira alguns benefícios do Kumon de Matemática para seu filho:




Método

 É possível tornar a matemática divertida para crianças


A inovação do método Kumon está no fato de não ensinar ao seu filho como resolver o material proposto. 


É isso mesmo, nosso material não ensina. Ele vai além disso. O curso de matemática para crianças do Kumon é estruturado para fazer com que o aluno chegue à solução dos exercícios sozinho, desenvolvendo, assim, sua concentração e autonomia.


Quando estuda no Kumon, seu filho desenvolve a capacidade de análise matemática, de relacionar conteúdos e de levantar hipóteses e soluções de modo lógico, formando, assim, a capacidade de raciocínio lógico, tão necessária na vida adulta.


Aproveite e faça o nosso Quiz sobre Matémática com seu filho gratuitamente e receba grátis uma avaliação, conhecendo um pouco mais sobre a metodologia de ensino do Curso de Matemática Kumon!


Material


Nosso material didático é colorido e lúdico, ideal para introduzir a criança no universo da matemática de forma natural e divertida. 


Os materiais foram elaborados para aumentar gradualmente o nível de complexidade, em pequenos passos, para que até mesmo os alunos da pré-escola possam avançar em seu próprio ritmo rumo ao cálculo diferencial e integral por meio da autoinstrução.

Acompanhamento


No Kumon seu filho aprende no próprio ritmo. O que não significa que ele aprenda sozinho.


Com a orientação individualizada do método Kumon é possível guiar a evolução da criança passo a passo, de forma leve e intuitiva.


O papel do orientador é acompanhar os alunos para que consigam desenvolver suas habilidades de forma independente. Isso se dá por meio da escolha das lições mais adequadas à capacidade atual de cada aluno e do olhar individualizado capaz de perceber seus pequenos avanços diários.


Sempre com um olhar próximo, o orientador sabe exatamente quais foram os progressos, dificuldades, êxitos e pontos de cada criança que merecem atenção. Isso serve para direcionar os estudos em casa e as próximas tarefas e lições realizadas na unidade.


Os orientadores garantem que seu filho experimente uma sensação de realização em seu estudo diário, desenvolvendo nele o gosto pelo conhecimento e a vontade de se desenvolver ainda mais.


Autonomia


É importante estimular o interesse pelos estudos desde cedo. No Kumon isso é feito dia a dia. A cada tarefa realizada, seu filho ganha consciência do próprio potencial.


Nos cálculos matemáticos, existem procedimentos e regras que devem ser seguidos. O método Kumon, ao apresentar inicialmente operações fáceis, permite que o aluno vá percebendo as regras e tenha segurança em aplicá-las.


Assim, mesmo quando a criança se depara com assuntos ainda não estudados, possui a autonomia e confiança necessárias para aplicar a capacidade de cálculos desenvolvida até então.


Visite a unidade mais próxima e matricule seu filho no Kumon!


Conclusão


Como você viu, a matemática para crianças é de fundamental importância para desenvolver o raciocínio, coordenação motora e inúmeras outras habilidades cognitivas que serão necessárias no futuro.


Começar este trabalho desde a Educação Infantil estimula o desenvolvimento destas competências, ao mesmo tempo em que mostra à criança que a matemática não é um bicho de sete cabeças, mas sim uma maneira de compreender o mundo ao seu redor.


Com esta visão, as crianças começam a construir uma base sólida de conceitos matemáticos por meio de brincadeiras e ações do dia a dia, aplicando seus conhecimentos em atividades como calcular distâncias para pular, compreender a diferença entre as coisas ou observar sequências.


Para ensinar matemática para crianças, podem ser utilizados inúmeros instrumentos, que vão desde jogos e canções até um curso integralmente dedicado ao estudo da disciplina.


Entre os cursos, o Kumon se destaca pelo método inovador, tradição, eficiência e desenvolvimento de habilidades para a vida toda.


Matricule seu filho no Kumon e acompanhe a evolução dele a cada lição, a ampliação da capacidade de raciocínio, a melhora na concentração e o desenvolvimento da capacidade de aprender por si. Você vai se surpreender!

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.