Dificuldade em matemática: o que fazer e como superar?

05/08/2022
Kumon Brasil Kumon Brasil
Compartilhe:
Foto de menina adolescente com a mão na testa, lendo um livro. A dificuldade em matemática é comum entre os alunos.


A dificuldade em matemática é algo conhecido da maioria das pessoas. Quem não tem dificuldades, com certeza estuda ou estudou com alguém que não conseguia ter uma boa relação com a matéria.


Isso começa desde cedo, quando a criança se depara com conceitos que muitas vezes não entende em que serão aplicados ou para que servem.


Com a dificuldade em matemática básica, fica muito complicado evoluir para as etapas seguintes da disciplina, já que é preciso dominar os conceitos de forma cumulativa para avançar.


Tudo isso vira uma bola de neve, e o resultado só poderia ser um: o aluno não gosta da matéria, acha que ela é um terror e que nunca conseguirá compreendê-la.


Mas, e se nós dissermos que é possível seu filho gostar de estudar matemática?


Pois é, quando você entender os motivos que levam à dificuldade dos alunos em aprender matemática e como contorná-los, vai ver como um novo mundo de conhecimento pode se abrir diante da criança.


Neste post, vamos entender melhor o que leva à dificuldade dos alunos em aprender matemática e algumas dicas para ajudar seu filho a superar este desafio!


O Kumon é especialista no estudo de matemática de forma prazerosa e eficiente. Saiba mais!


Leia mais:


Dificuldade em matemática: quais problemas podem estar relacionados?

Você sabia que existe um distúrbio de aprendizagem específico para a dificuldade em matemática? Ele é conhecido como discalculia, e afeta a capacidade da criança de entender números e conceitos numéricos ou fazer cálculos matemáticos.


Entretanto, há vários outros fatores que podem estar relacionados à dificuldade dos alunos em aprender matemática que não tem absolutamente nenhuma ordem pedagógica. Os motivos podem ser algum problema auditivo, por exemplo, ou mesmo no processo de leitura.


Problemas auditivos

Muitas vezes o aluno não consegue aprender por não conseguir escutar claramente o que o professor está dizendo. Este não é um caso exclusivo da matemática, podendo gerar dificuldades no aprendizado como um todo.

Problemas no processo de leitura

Muita gente pensa que a matemática é o oposto do português, ou que o raciocínio lógico é o contrário da interpretação de texto. Nada poderia estar mais longe da verdade. Saber interpretar uma situação-problema é o primeiro passo para resolvê-la de forma satisfatória. 


Dificuldades visuais

Assim como os problemas auditivos, pode ser difícil ou demorar um pouco até identificar que o aluno está com dificuldade em matemática por não conseguir enxergar o que está sendo apresentado em sala de aula. 


Dificuldade na escrita

Quando a criança não consegue escrever letras e números, naturalmente começa a apresentar dificuldade em matemática. Este problema é conhecido como disgrafia e pode levar a um baixo rendimento escolar de forma geral.


Como ajudar a criança a vencer a dificuldade em matemática?

Foto de pai e filho estudando juntos, sorrindo. Uma atitude positiva é fundamental para superar a dificuldade em matemática.


O primeiro passo para enfrentar a dificuldade dos alunos em aprender matemática é identificar que a dificuldade existe. A partir daí, é preciso fazer algo, concorda? Mas há jeitos e jeitos de tomar uma atitude.

Ao notar que seu filho está com dificuldade em matemática, é necessário ajudá-lo sem transformar a situação em algo pelo qual ele se sinta culpado. Lembre-se que seu papel como responsável é motivar a criança a superar seus limites!

Confira algumas dicas para ajudar a vencer a dificuldade dos alunos em aprender matemática.


Atitude positiva

Antes de mais nada, vamos combinar uma coisa: nada de tratar a matemática como um bicho-de-sete-cabeças, combinado? 


Construir uma imagem positiva da disciplina, mostrando na prática como ela é fundamental para a compreensão de nosso mundo e avanço da humanidade, é o primeiro passo para mudar o foco do problema para a solução.


Também é importantíssimo manter uma atitude positiva em relação ao seu filho. Em vez de criticá-lo como frases como “você não consegue aprender” ou “você tem dificuldade em matemática”, busque pontos concretos para elogiar.

Reconheça o esforço de seu filho e deixe claro que você confia no seu sucesso. Mostre-se compreensiva diante dos desafios e atue como força motivadora, reconhecendo todas as vitórias e avanços, por menores que sejam.


Utilize jogos de matemática

Cada pessoa possui um estilo de aprendizagem, e mudar a forma como a matemática é ensinada para a criança pode fazer toda a diferença. 


Métodos lúdicos, baseados no brincar, com atividades divertidas e interativas são uma ótima maneira de ajudar o aluno a superar a dificuldade em matemática básica.


Diante desta perspectiva, aposte em jogos de matemática. Eles são grandes aliados do aprendizado, colocando seu filho em contato com os conceitos matemáticos de um jeito prático e não intimidador.


O poder desta técnica é tão grande que nos últimos tempos ela vem sendo utilizada inclusive com adultos. A chamada gamificação é uma maneira de conectar o aspecto lúdico ao aprendizado, acelerando a aquisição do conhecimento.


Tenha a tecnologia como aliada

Por falar em gamificação, não tenha medo de contar com a tecnologia como aliada para superar a dificuldade dos alunos em aprender matemática. 


Há uma grande gama de opções de sites, aplicativos e conteúdos disponíveis na internet focados na proposição e resolução de problemas matemáticos, tornando o aprendizado mais fácil e interativo.


Além disso, estas soluções apresentam vários níveis de desafio, o que é ótimo para identificar em que ponto seu filho tem mais dificuldades e, assim, poder trabalhar de maneira mais direcionada.


Mas porquê estudar matemática é tão complicado para alguns alunos?

Como você viu, a dificuldade dos alunos em aprender matemática pode estar relacionada tanto aos próprios conceitos da disciplina quanto a questões como problemas com a visão ou a audição. Mas ainda há outra situação bastante frequente: o fator psicológico.


Ao observar seu filho, você provavelmente verá que ele sabe realizar as operações matemáticas ou como resolver problemas cotidianos usando este conhecimento. Porém, basta tratar a matemática como uma matéria escolar, com exercícios escritos e problemas para resolver, e ele não consegue desenvolver o raciocínio lógico.


Por que será que isso acontece? A resposta pode estar na autoconfiança. Afinal, durante muito tempo a matemática foi associada a algo muito complexo, dominado apenas por pessoas dotadas de inteligência acima da média. É exatamente essa ideia que pode apavorar os alunos.

Esta ideia está longe de ser verdadeira. Com toda a experiência que temos no Kumon, podemos afirmar que já vimos muitos casos de alunos que não conseguiam compreender conceitos básicos e, pouco tempo após o início dos estudos, superaram as dificuldades e conseguiram avançar.


É a prova de que, por mais que algumas pessoas tenham mais ou menos facilidade com os números, a dificuldade em matemática não é muito diferente da dificuldade em qualquer outra disciplina.


Ao estimular a criança em todas as áreas do conhecimento, tratando a matemática como as demais matérias às quais ela será apresentada ao longo de sua vida escolar, você substitui o reforço de um medo descabido pelo estímulo e a curiosidade em aprender.


Que tal, então, apresentar para o seu filho todas as incríveis aplicações da matemática em nossas vidas? Mostre como ela está por trás do funcionamento das redes sociais, das tecnologias, de como as coisas funcionam e das grandes descobertas da humanidade.


Meu filho tem dificuldade em matemática: devo colocar em um professor particular?

Muitas vezes, superar a dificuldade em matemática é questão de estimular a criança corretamente, adequar métodos e identificar pontos que podem estar impedindo seu progresso. Porém, em outros casos, pode ser que o aluno realmente precise de uma ajuda a mais.


Aliás, vale ressaltar que a origem da dificuldade pode ser o próprio professor da escola. Um profissional que atua de forma aterrorizante ou intimidadora, ou com uma didática que não favorece o aprendizado, é um grande obstáculo para o aluno.


Neste caso, faz todo sentido buscar outra alternativa. Por estar mais próximo ao aluno, um professor particular consegue transmitir a confiança e segurança que seu filho talvez não tenha em sala de aula, tanto para fazer perguntas quanto para errar enquanto aprende.


Além disso, um professor particular consegue identificar de forma personalizada que pontos necessitam de mais atenção, trabalhando de maneira direcionada e motivando o aluno em suas conquistas.


Como o Kumon pode ajudar a criança a superar a dificuldade em matemática?

Foto de mãe e filha felizes estudando juntas. O Kumon é um grande aliado para superar a dificuldade em matemática.


Assim como um professor particular, o método Kumon tira o foco do ensino massivo praticado em sala de aula e o coloca sobre as características próprias de cada estudante. Ou seja, aborda a dificuldade em matemática como um aspecto individual a ser trabalhado.


Isto é muito importante, já que a matemática é uma matéria que depende de um conhecimento progressivo. Se um aluno não entendeu bem o conceito de divisão e multiplicação, por exemplo, dificilmente irá compreender frações.


Para partir exatamente do ponto correto em seus estudos, seu filho faz um teste antes de começar a estudar no Kumon. O resultado mostra em que ponto ele deve iniciar os estudos. Ou seja: exatamente onde tem dificuldade em matemática básica.


A partir daí, ele consegue evoluir, pois os desafios estão à altura de sua capacidade. Com isso, fica motivado e disposto a aprender cada vez mais. Percebe que a matemática não é difícil como ele achava. E, o mais importante: vê que é capaz!


Ao adquirir autoconfiança, seu filho abandona o foco na dificuldade em matemática para se concentrar em explorar seu máximo potencial e superar os próprios limites.


Dúvidas frequentes

Após tantos anos de experiência, sabemos como a dificuldade dos alunos em aprender matemática pode ser angustiante para uma mãe. A seguir, respondemos a mais algumas dúvidas. Se ainda assim você não se sentir segura e quiser saber mais, não deixe de entrar em contato com a gente, ok?


O que fazer quando se tem dificuldade em matemática?

O primeiro passo é entender a origem do problema, que pode ser de aprendizagem, psicológica ou mesmo algo relacionado à visão ou audição, por exemplo. Depois disso, é importante trabalhar de forma direcionada para resolver a dificuldade em matemática.


Não esqueça da importância de desmistificar o medo da matéria, mostrar suas aplicações práticas e buscar um método de estudos que seja adequado às características do seu filho. Lembre-se de elogiar, motivar e, caso precise de ajuda, contar com um curso como o do Kumon.


É normal ter dificuldade em matemática?

Há um grande tabu envolvendo a matemática, como se ela fosse um bicho papão das matérias escolares ou algo restrito apenas às mentes mais geniais e avançadas. Tudo isso contribui enormemente para que os alunos tenham dificuldade em matemática básica.


Entretanto, a realidade é que a matemática é uma matéria como qualquer outra, com seus desafios e descobertas. Ao adotar esta visão livre de tabus e se concentrar em aprender de forma prazerosa, toda criança pode aprender matemática e se sentir confiante com a disciplina.


Quais as maiores dificuldades dos alunos em matemática?

A matemática é uma matéria em que cada novo aprendizado depende do domínio do tema anterior. Ou seja, se a criança tem dificuldades com a tabuada, é porque provavelmente não dominou bem a soma e subtração.


Da mesma forma, se a dificuldade está em frações, é provável que ela não tenha consolidado bem o conhecimento de multiplicação e divisão. Por isso, é muito importante estudar na ordem correta para evitar ter dificuldade em matemática básica.


Visite uma unidade Kumon e entenda como o método ajuda seu filho a superar a dificuldade em matemática.


Conclusão

Neste post, você viu que a dificuldade em matemática pode ter diversas origens, inclusive com nenhuma relação com problemas de aprendizagem. Trabalhar a matéria de forma mais prática e divertida é um dos caminhos que tem ajudado a desmistificar o tabu em torno da disciplina.


Ao aprender de maneira prazerosa, muitos alunos percebem que a matemática não é um bicho-de-sete-cabeças, e sim uma disciplina relacionada a algumas das maiores inovações e descobertas da humanidade.


Outras maneiras de solucionar a dificuldade em matemática envolvem uma atitude positiva, uso de jogos e da tecnologia como aliados. Se ainda assim seu filho continuar apresentando dificuldades, vale a pena considerar uma ajuda extra, como o método Kumon.


Ao abordar o estudo de forma individualizada, autodidata e baseada nas características próprias do seu filho, o método contribui não só para que ele supere suas dificuldades, mas para que se torne autoconfiante e atinja seu máximo potencial!

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.