Retenção de alunos: o que é e como fazer na prática?

23/07/2022
Kumon Brasil Kumon Brasil
Compartilhe:
Foto de professora e três alunos. A retenção de alunos só traz vantagens para a escola e os estudantes.
Se você vê no empreendedorismo uma oportunidade de alcançar novos patamares em sua vida profissional e escolheu ou está de olho em uma , trabalhar a retenção de alunos é um dos pontos mais importantes para o sucesso do seu negócio.

Afinal, conquistar novos alunos é importante, mas manter os que já estão com você é mais importante ainda. Isso garante que suas unidades estejam sempre cheias, sua carreira se desenvolva e sua receita siga crescendo.

Para você não ficar com nenhuma dúvida em relação a este tema tão importante, preparamos este texto focado em explicar o que é retenção de alunos, que fatores estão ligados a ela e o que sua instituição pode fazer para evitar a evasão escolar.

Saiba como é empreender com o Kumon, uma das melhores franquias de educação do Brasil segundo a Associação Brasileira de Franchising.

Leia mais:

O que é a retenção de alunos?


Retenção de alunos é, basicamente, tudo aquilo que você faz para manter seus alunos estudando de forma contínua na sua escola, da matrícula ao encerramento da jornada educacional.

Não é nada fácil. Manter os alunos e responsáveis fiéis à sua instituição demanda uma série de ações e estratégias dedicadas a acompanhar cada estudante de perto, para entender suas necessidades e contexto e poder atendê-los da melhor forma possível.

Isso tudo requer bastante planejamento, tanto da parte dos gestores do negócio quanto dos próprios professores e orientadores.

O que leva os alunos a deixarem a escola?


Como estamos falando de planejamento, tudo começa por entender os motivos que levam o aluno a deixar um curso. A partir destas informações, é possível elaborar um plano para abordar o problema e oferecer melhorias ou ações estratégicas nesse sentido.

Um bom ponto de partida é analisar os índices de evasão e entender quais são os motivos que possuem maior peso neste indicador. Saber o que incomoda pais e alunos também é um excelente modo de descobrir o que pode ser melhorado.

A perda de alunos pode ainda estar relacionada a eventos imprevisíveis, como foi a pandemia de coronavírus e o distanciamento social decorrente dela, que manteve as escolas fechadas por quase dois anos.

Neste período, dados do Censo Escolar 2021 mostram que mais de 653 mil crianças de até 5 anos deixaram de frequentar a escola. Na rede privada de ensino, o índice de crianças matriculadas em creches teve redução de 21,6%.

Como você pode ver, o sistema de retenção de alunos está ligado a inúmeros fatores, que vão de questões de relacionamento interpessoal, como não gostar de um professor ou da proposta pedagógica, até bullying, desempenho acadêmico, problemas financeiros e localização geográfica.

Desempenho acadêmico


Quando um aluno tem dificuldade com a matéria e não consegue acompanhar o ritmo da turma, passa a se sentir desmotivado. A tendência então é que seu desempenho fique ainda pior, assim como a relação com colegas e professores. Daí para querer mudar de escola é um pulo.

É por isso que no Kumon nós insistimos tanto em ressaltar a importância do estudo individualizado, focado nas características e no ritmo de cada um. Este tipo de abordagem mantém o aluno motivado e fiel ao método, o que favorece a retenção de alunos.

Problemas financeiros

Foto de casal preocupado no sofá analisando as contas. Problemas financeiros são um grande desafio para a retenção escolar.
Todos estamos sujeitos a passar por dificuldades financeiras, e a crise econômica em nosso país, potencializada pela pandemia de coronavírus, deixou isso bem claro.

Em um momento de aperto ou demissão dos pais de seus empregos, a educação pode ser atingida por um corte de gastos, diante de um quadro no qual as prioridades são alimentação e moradia.

Frente a uma situação assim, pagar as mensalidades dentro do prazo torna-se muitas vezes inviável, fazendo com que o aluno deixe de estudar e saia do curso.

Localização geográfica


Assim como as mensalidades, outro aspecto muito impactado por crises econômicas é o preço dos combustíveis ou das passagens do transporte público. Caso o aluno more longe, estes fatores podem tornar sua permanência mais difícil.

Outra situação que pode ocorrer é a mudança de bairro ou mesmo de cidade. Nestes casos, instituições que oferecem uma estrutura que permite ao aluno seguir estudando de forma remota, como o Kumon faz, ganham pontos na retenção de alunos.

Por que investir na retenção de alunos?

Investir em estratégias para captação de alunos é importante, afinal, todos os anos, uma série inteira deixa a escola por concluir o curso e é preciso matricular novos estudantes, tanto nas séries iniciais quanto naquelas que perderam alunos.

E perder alunos é justamente o que um empreendedor da área de educação não quer, não é verdade?

De acordo com um estudo da Nuro Retention, 1% de aumento nas taxas de retenção de alunos pode significar um ganho de até US$ 25 milhões em um período de 7 anos.

Além disso, vivemos em uma era em que a indicação e o boca a boca têm cada vez mais peso no processo de tomada de decisão. Você sabia que 92% das pessoas confiam mais na indicação de amigos e parentes do que em qualquer outra forma de divulgação?

Ou seja: investindo na retenção de alunos e fidelização dos pais e responsáveis, você aumenta as chances de que eles indiquem sua instituição de ensino para outras pessoas.

Desenvolvimento dos estudantes


Não é só o seu negócio que ganha com a retenção de alunos. Seguir em uma mesma instituição favorece a aprendizagem do estudante e melhora o convívio com colegas e professores.

Afinal, há diferenças grandes no método de ensino e até mesmo nos conteúdos abordados de curso para cursos. Assim, ao trocar de instituição, o aluno encontra um desafio a mais nos estudos, que é se adaptar à nova realidade.

Já aqueles que permanecem na mesma unidade conhecem a metodologia de ensino adotada, a forma como serão avaliados e outros detalhes que contribuem para seu aprendizado ser mais eficiente e constante.

Relação próxima entre professores e alunos


A personalização das soluções e individualização do ensino, baseadas nas características de cada pessoa, são fundamentais para a retenção de alunos.

Quando o estudante está há mais tempo, os professores conseguem perceber suas dificuldades, aptidões e estilo de aprendizagem, trabalhando com base no perfil de cada um.

O desenvolvimento de uma abordagem individualizada, como acontece no Kumon, ajuda os alunos a estudarem melhor, mais motivados e atingirem seu máximo potencial.

Da mesma forma, as relações com os outros alunos se fortalecem com o tempo, tornando-se amizades que muitas vezes duram a vida toda.

Uma turma que segue unida também transmite uma sensação de pertencimento a seus membros, fazendo com que todos busquem juntos melhorar.

Família envolvida


Não há dúvida de que a participação dos pais ou responsáveis na vida acadêmica do aluno é essencial para seu pleno desenvolvimento.

Por isso, é importante criar uma relação que valorize o papel da família dentro do ambiente de estudos da criança.

Ao conhecer melhor os professores, funcionários e a estrutura do local, os pais sentem-se mais seguros em manter seus filhos estudando no mesmo local, em vez de fazer uma troca para uma instituição que não conhecem bem.

Credibilidade


Credibilidade é essencial em qualquer tipo de negócio. Na educação isso é ainda mais importante, já que estamos falando de um investimento que produz efeitos pela vida toda e vai determinar o futuro de alguém.

Uma forma de demonstrar a credibilidade de uma franquia educacional é a retenção de alunos. Se eles seguem com você por muito tempo, isso é um sinal de que sua instituição possui uma marca forte e é uma ótima opção, tanto para conquistar novos alunos quanto para manter os existentes.

Na educação, o boca a boca tem muito valor, e a indicação dos pais para amigos e familiares acaba gerando ainda mais credibilidade.

5 práticas para melhorar sua retenção escolar

Foto de menino e menina sorridentes em sala de aula. A retenção de alunos é fundamental para o sucesso do negócio.
Apesar de estarem sujeitos a fatores externos e muitas vezes imprevisíveis, seus índices de retenção de alunos podem alcançar taxas mais altas com a aplicação de algumas boas práticas no dia a dia.

A seguir, apresentamos algumas ideias que você pode começar a trabalhar hoje mesmo com a sua equipe.

Conheça seus alunos


Saber quem é o seu aluno é uma das melhores formas de melhorar sua retenção escolar. Hoje em dia é possível extrair inúmeros dados e informações de contexto para oferecer uma solução mais personalizada e adequada para cada aluno.

A partir destas informações é possível saber quais são seus alunos mais fiéis, por exemplo, ou quais têm mais chances de desistir do curso, focando assim em ações de valorização e prevenção.

Veja alguns indicadores interessantes para monitorar:

  • Resultados acadêmicos do aluno
  • Padrão de inadimplência
  • Número de faltas
  • Situação socioeconômica

Invista em inovações


O mundo tem mudado rapidamente. A cada dia surgem novidades tecnológicas que transformam a maneira como consumimos, trabalhamos e nos relacionamos. E, claro, como estudamos.

Investir em soluções educacionais ligadas à tecnologia, métodos e processos inovadores e atualização na forma de gerir a escola é essencial para manter sua instituição relevante diante da concorrência.

Lembre-se: quanto melhor for a experiência do aluno e de sua família com a instituição, maiores as chances de sua retenção ser bem-sucedida.

Atente-se ao desenvolvimento socioemocional dos alunos


O desenvolvimento socioemocional dos alunos deve ser acompanhado de perto. Isso porque um aluno que não consegue lidar bem com as próprias emoções pode ter mais dificuldades, tanto com o aprendizado quanto na relação com os demais colegas.

É preciso também estar atento aos casos de bullying, cada vez mais frequentes. Segundo dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), há uma maior incidência de abandono escolar entre quem é vítima desse comportamento.

Tenha bom relacionamento com as famílias 

 
Como quem toma a decisão de compra, no caso da educação, são os pais ou responsáveis, é mais que importante manter uma boa relação com eles. Conquistar sua fidelidade é meio caminho andado para aumentar a retenção de alunos.
 
A educação dos filhos é algo muito sério e uma das maiores prioridades no orçamento familiar. Assim, nada mais natural que os pais quererem participar ativamente do processo educacional. 
 
Por isso, saber criar laços e abrir um canal de comunicação e diálogo com eles é primordial para o sucesso do seu negócio.
 
Ao se sentirem mais próximos e conectados à instituição de ensino, há menos possibilidades de haver atritos ou questões que levem à troca de escola.
 

Dê soluções para pendências financeiras

 
Como a inadimplência é um fator bastante significativo quando falamos de retenção de alunos, principalmente em tempos de crise econômica e altos índices de desemprego, é importante possuir uma estratégia ou plano focado neste tipo de situação.
 
Algumas soluções envolvem bolsas de estudo, financiamento estudantil, renegociação e parcelamento de dívidas e até mesmo criação de políticas de incentivo, como empréstimos, baseadas no desempenho de cada aluno.

Por que pensar na retenção de alunos já na captação?

 
Quando os pais ou responsáveis procuram uma instituição de ensino, ainda não conhecem a metodologia de aprendizagem ou a forma como seus filhos serão tratados, em especial na educação infantil. 
 
Ou seja: é a sua oportunidade de conquistar a confiança deles desde o primeiro momento. Manter isso em alta ao longo do tempo é um dos fatores que vai definir seu sucesso na retenção de alunos. 
 
Este também é um ótimo momento para conhecer melhor a família e identificar pontos de atenção para seu planejamento de retenção de alunos.
 

Ações de marketing que podem ajudar na retenção de alunos

 
Ao contrário do que muita gente pensa, o marketing não é só o uso de propaganda para captar novos alunos. Ele vai muito além disso e é fundamental para manter sua escola sempre relevante. Há até mesmo disciplinas do marketing focadas exclusivamente na fidelização.
 
Faz toda a diferença um marketing dedicado a reforçar constantemente o posicionamento e atributos da sua instituição, construindo uma imagem positiva, e focado em manter uma comunicação de valor com alunos e responsáveis.
 
Conheça o modelo de franquia do Kumon, uma marca forte e reconhecida no mundo todo! 
 

Conclusão

 
A evasão de alunos é um problema ao qual todas as instituições de ensino estão sujeitas, e evitar que ela aconteça é um grande desafio para você e toda a sua equipe.
 
Durante o período de isolamento social, por exemplo, as instituições precisaram deixar de lado as estratégias para captação de alunos e se concentrar na retenção de forma bastante intensa.
 
O desafio da retenção de alunos passa tanto por eventos imprevisíveis como este quanto por fatores que podem ser controlados ou mitigados por sua equipe no dia a dia.
 
Assim, é importante olhar com atenção para alguns pontos determinantes nesta relação entre pais, alunos e instituições, com o objetivo de criar a melhor relação possível e mantê-la duradoura.
 
Esperamos que as dicas deste post ajudem você a chegar lá e ter ainda mais sucesso nas suas estratégias para captação de alunos e retenção de alunos.

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.