Como tornar um prazer o ato de estudar?

16/01/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Adriana, mãe de Pedro Andrade, de 4 anos, é funcionária do Kumon. Ela conta que matriculou o filho para que ele tivesse a oportunidade de se desenvolver cada vez mais. Como o menino sempre gostou de historinhas e músicas, os pais optaram pelo Português. Eles estão muito felizes com a escolha!

 

Pedro foi alfabetizado pelo Kumon quando tinha apenas 3 anos. Mas os benefícios vão além disso. Apesar de estar acostumado com um ambiente aberto ao aprendizado em sua casa, principalmente no que diz respeito ao hábito da leitura, o método potencializou a vontade de Pedro de querer aprender. Mais que uma obrigação, estudar tornou-se um prazer.

 

Para Adriana, o material e o método de ensino são maravilhosos, e podem realmente transformar a vida de muitas crianças e jovens. No ano que vem, a intenção dos pais é a de que Pedro passe a cursar a disciplina de Matemática e, posteriormente, de Inglês.

 

Mudança de hábitos para motivar

 

Pedro fica na escola em tempo integral. No início dos estudos, seu pai era responsável por acompanhar as atividades. Isso era feito no período da noite. Porém, ao avançar nos aprendizados, Pedro passou a se sentir cansado e desmotivado para realizar as tarefas nesse horário, após um dia intenso na escola.

 

Foi necessária uma mudança nos hábitos de toda a família para não deixar que Pedro desistisse. Todos ajustaram suas rotinas para acordar mais cedo, assim o menino poderia fazer os deveres antes de ir para a aula. Hoje, ele realiza algumas atividades sozinho; ainda assim, os pais continuam apoiando e acompanhando seus avanços. Eles buscam dar o exemplo, aproveitando o momento das tarefas para realizar suas atividades.

 

"Após o matricularmos no Kumon, percebi que Pedro está muito mais atento aos direcionamentos. Antes tínhamos que falar várias e várias vezes, hoje falamos uma ou duas vezes e ele já consegue realizar o que pedimos."

- Adriana

Resultados fantásticos

 

Adriana acredita que as crianças estão sempre aprendendo, e, se sabemos unir o desenvolvimento do saber a outras atividades, o resultado é fantástico. Após ela e o marido oferecerem a Pedro a oportunidade de aprendizado pelo Kumon, eles veem quanto ele ampliou seu vocabulário, ficou mais atento às imagens dos livros, à escrita e sente alegria em criar e compartilhar as próprias histórias. Todos esses resultados maravilhosos se devem ao contato que ele está tendo com as palavras. Apesar de os pais lerem historinhas para ele de duas a três vezes por semana, a mãe vê quanto isso se potencializou com o estudo do Kumon.

 

"Vejo muita responsabilidade e até certa maturidade em uma criança muito pequena, porém que não perde a sapequice. Quero que no futuro ele possa ser um exemplo para o irmão mais novo e se sinta preparado para os desafios profissionais e pessoais que vier a enfrentar."

- Adriana

 

Quer saber mais sobre o método Kumon? Encontre a unidade mais próxima de você aqui.


Tags: kumon, pré-escolar, português

Artigos relacionados

Receba dicas do Kumon sobre educação dos filhos
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade