5 dicas para desenvolver a autonomia das crianças

16/10/2020
Kumon Brasil
Compartilhe:

O que fazer para ajudar a criança a se tornar um adulto independente? Esta é uma pergunta que invariavelmente aparecerá em algum momento da vida de um pai ou mãe. Afinal, estimular a independência e incentivar a autonomia desde cedo são atitudes fundamentais para o futuro. O sentimento de responsabilidade sobre os próprios atos promove um desenvolvimento saudável, fazendo com que a criança adquira aprendizados importantes para o resto da vida, saiba tomar decisões e fazer boas escolhas.

Porém, desenvolver a autonomia nas crianças não é tarefa simples. Muitos pais podem sentir que não estão prestando o auxílio suficiente aos seus filhos, ou nem sequer sabem por onde começar. Se é o seu caso, fique tranquilo. Nós estamos aqui para ajudar! Para começar, separamos algumas dicas sobre pequenas atitudes que podem fazer toda a diferença no dia a dia do seu filho. E o melhor: que você pode começar a aplicar agora mesmo! Vamos lá?

 

1. Não faça para seu filho o que ele pode fazer sozinho

Muitas vezes, durante o processo de aprendizagem, pode ser que a criança demore um pouquinho para realizar uma nova atividade, como escovar os próprios dentes, por exemplo. Assim, é comum que, na correria do dia a dia, os pais acabem fazendo a tarefa por ela para poupar tempo. Esta atitude, entretanto, acaba desestimulando a autonomia. 

 

2. Não confunda ajuda com cuidado excessivo

A criança deve ser encorajada, de acordo com a idade, a fazer algumas coisas sozinha com segurança e desenvoltura. Por outro lado, há outras tarefas em que ela precisará de ajuda. Saber identificar cada caso e permitir que a criança caminhe com as próprias pernas é fundamental para desenvolver a independência.

 

3. Permita que a criança encontre soluções para os próprios problemas

Cada situação que a criança precisa resolver é uma oportunidade para usar a criatividade e pensar sozinha em como solucionar a questão. Este processo de tomada de decisão e escolhas é imprescindível para o futuro dela. Mas não esqueça: deixar a criança perceber que você acredita no seu potencial é muito importante para que ela se sinta confiante.

 

4. Para se desenvolver, seu filho precisa se sentir seguro

Cuidado com as broncas. Lembre-se que a criança está aprendendo. Quando necessário, fale sem tom negativo ou imposições. No Kumon, reforçamos bastante a importância do elogio. Quando encontra-se pontos concretos para elogiar, a criança percebe que está fazendo progresso e sente-se encorajada a seguir em frente.

 

5. Estimule a resiliência

Quando a criança não conseguir realizar uma atividade de imediato, como encaixar um bloco de brinquedo, deixe que ela tente mais vezes. Assim ela compreende que vai ter outras chances, reagindo positivamente e aprendendo com as situações. Confie na capacidade que seu filho possui de resolver os próprios problemas!

Como é possível perceber, o aprendizado é um processo de tentativa e erro, em que a participação positiva dos pais é essencial. Deixar claro que você está por perto, caso a criança precise de um suporte, fará com que ela se permita arriscar um pouco mais e tenha mais confiança em si mesma.

Este tipo de pensamento pode ser aplicado também aos estudos. No método Kumon, a autonomia é uma característica muito valorizada. Ao proporcionar ao aluno a experiência de poder estudar sozinho, e o conhecimento de como fazê-lo, criamos condições para que ele supere suas dificuldades, abrindo novos caminhos para o futuro.

“O objetivo do Kumon não se restringe ao bom desempenho em provas, mas busca desenvolver o potencial do aluno a fim de que, com confiança, ele possa seguir adiante, resolvendo, por si mesmo, os seus problemas.” Professor Toru Kumon, fundador do método.

 

Tags: kumon, crianças, experiência, aprendizado, dicas

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.