Descubra como o Kumon ajudou a levar Daniela para a Rússia

06/05/2019
Kumon Brasil Kumon
Compartilhe:

Daniela Carneiro, de 22 anos, será a única representante brasileira no WorldSkills Kazan 2019, a maior competição de educação profissional do mundo, que acontece em agosto, na Rússia. O evento reúne competidores de mais de 60 países divididos em 56 categorias. 


A ex-aluna do Kumon está determinada a trazer a medalha de ouro na categoria de Química para o Brasil. Para isso, ela está treinando bastante e colocando em prática tudo o que a fez ser escolhida para essa competição: calma, controle, domínio dos assuntos e rapidez, qualidades que desenvolveu ao longo dos cinco anos em que estudou no Kumon e que continuam fazendo parte de todos os momentos de sua vida, auxiliando-a a conquistar novos sonhos e objetivos.

 

Uma série de vitórias


Daniela começou no Kumon aos 12 anos, porém acabou desistindo do curso. Ao chegar ao Ensino Médio e começar sua preparação para o vestibular, percebeu que precisava de auxílio em Matemática, pois queria fazer um curso de exatas e tinha muitas dificuldades com a matéria.


Foi aí que o Kumon voltou a fazer parte da vida de Daniela. O atendimento individualizado, o material próprio de ótima qualidade, o foco na solução de problemas de aprendizagem e o desenvolvimento do autodidatismo atendiam perfeitamente às necessidades dela. Após explicar a Vânia, a orientadora, qual era o propósito de estar ali, elas montaram um plano em conjunto para que quando chegasse a época de provas do vestibular Daniela estivesse em um nível que possibilitaria passar no curso que desejava.


Daniela seguiu o plano, estudou bastante e superou os próprios limites. O resultado? Três aprovações em instituições de ensino superior públicas - duas no curso de Química, na UFBA (Universidade Federal da Bahia) e UFOB (Universidade Federal do Oeste da Bahia) e em Farmácia na UNEB (Universidade do Estado da Bahia). 

Aprendizado para obter os melhores resultados


Sentindo a necessidade de conhecimento prático na área de Química para ajudá-la na universidade, Daniela também fez um curso técnico no SENAI. Foi nesse momento que, com a ajuda de tudo o que aprendeu no Kumon, ela iniciou sua jornada rumo à Rússia.


A ex-aluna conta que é muito grata ao método e à orientadora pelo que aprendeu e pela pessoa que se tornou depois de entrar no Kumon. Conhecendo-se melhor, ela pôde identificar os horários em que rendia ao máximo e criar uma rotina de estudo voltada a obter os melhores resultados. Além disso, ela destaca que o autodidatismo desenvolvido com o método faz toda a diferença em seu dia a dia. Até hoje ela estuda muito bem sozinha, com a ajuda dos livros, e usa as habilidades que aprendeu para a vida. E, claro, para se preparar para trazer a medalha de ouro para o Brasil em agosto.


"O Kumon representa tudo, sem ele eu não teria conquistado nada do que conquistei. O Kumon fez a diferença na minha vida, me fez ser uma pessoa melhor, não só uma pessoa melhor em Matemática. Fui muito bem acolhida, pude chorar e sorrir com minha orientadora. Sou eternamente grata!" Daniela


Tags: kumon, matemática, método

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade