Letramento matemático: o que é, importância e como colocar em prática?

24/07/2022
Kumon Brasil Kumon Brasil
Compartilhe:

Foto de menina, junto com a mãe, usando um ábaco. O letramento matemático aborda a matemática de maneira mais concreta.


Você já ouviu falar em letramento matemático?


Normalmente, o conceito de letramento aparece associado ao processo de alfabetização, indo além do simples aprendizado da leitura e da escrita para uma utilização mais completa, crítica e que faça sentido no dia a dia do aluno.


No letramento matemático acontece exatamente a mesma coisa, porém em relação a temas da matemática. Assim, ele vai além das operações básicas e resolução de problemas para assumir um papel mais prático e relacionado ao cotidiano.


No texto de hoje, vamos explicar o que é o letramento de matemática, também conhecido como alfabetização matemática, e entender por que ele é tão importante na educação infantil. Confira o post completo!


Sabia que seu filho pode gostar de aprender matemática? Visite uma unidade do Kumon e saiba como! 


Leia mais:


O que é o letramento matemático?


Assim como existem diferenças entre alfabetização e letramento, quando o assunto é a língua portuguesa, também há uma distinção entre conhecer os dados e procedimentos da matemática e o letramento de matemática.


Esta diferença está relacionada justamente com a capacidade de ir além do conhecimento da teoria e da habilidade para realizar operações matemáticas. 


Letramento matemático é a capacidade de compreender e aplicar conceitos matemáticos de forma prática, no mundo moderno, com o objetivo de satisfazer as necessidades do indivíduo e resolver problemas da vida real. 


Ele também é conhecido como alfabetização matemática, o que faz todo sentido se olharmos para a matemática como uma linguagem ou forma de ler o mundo.


Como o letramento matemático auxilia na aprendizagem?


O letramento matemático é tão importante que consta como uma das diretrizes básicas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).


Isso porque ele oferece uma visão mais ampla do ensino e aprendizagem da matemática, ajudando o aluno a entender melhor os conceitos de forma prática e aplicada à realidade.


Assim, quando o conceito de divisão (ou fração), por exemplo, é explicado como “eu tenho 20 laranjas, e se der metade para meu amigo, com quantas eu fico?”, o aluno consegue enxergar de um modo mais concreto a aplicação da matemática em sua vida.


O ensino amplia as chances de aprendizado dos alunos quando:


  • Os conceitos podem ser trabalhados por meio de representações alternativas.

  • Os alunos têm a oportunidade de investigar.

  • As tarefas são apresentadas antes da explicação de como resolvê-las.

  • Há componentes visuais.

  • Existe um equilíbrio entre acessibilidade e dificuldade nos exercícios.

  • Os alunos são motivados a argumentar de forma completa para convencer seus colegas a respeito de uma ideia.


Quais são as principais competências do letramento matemático?


Foto da mão da mãe e do filho com algumas moedas, números e desenhos. O letramento matemático estimula o raciocínio lógico.


As competências matemáticas estão reunidas em três grandes blocos, nos quais o aluno precisa apresentar uma série de capacidades e saber como usá-las de forma simultânea.


Reprodução


Neste grupo de competências, o aluno deve possuir as habilidades necessárias para compreender os conceitos básicos matemáticos e saber como reproduzir conhecimentos já exercitados, reconhecer e representar equivalências, memorizar propriedades matemáticas, entre outras habilidades.


Conexão


Este bloco de competências engloba as capacidades necessárias para integrar informações e conectar conhecimentos matemáticos com o objetivo de resolver problemas simples. Ou seja, o aluno deve ser capaz de estabelecer conexões, usando seus conhecimentos em matemática, adequadas a diferentes situações e objetivos.


Reflexão


Finalmente, as competências relacionadas neste grupo devem ser usadas pelo aluno de maneira crítica, promovendo a análise e reflexão diante de situações rotineiras com a aplicação da matemática.


Ou seja, mais que resolver problemas, o aluno precisa saber como propor soluções, expressar seu raciocínio e entender a matemática como ciência, apresentando argumentos que envolvam demonstrações e generalizações.


Quais capacidades são desenvolvidas com o letramento de matemática?


Saber contar de um até dez ou mostrar com os dedinhos a idade é algo que as crianças fazem desde cedo. Porém, este contato com a matemática é muito mais embasado na repetição do que na compreensão.


Ao longo do tempo, com foco no letramento matemático, o aluno passa a desenvolver uma série de capacidades:


  • Raciocínio

  • Argumentação

  • Solução de problemas

  • Representação

  • Comunicação

  • Modelagem

  • Utilização de linguagem simbólica, técnica e formal

  • Utilização de instrumentos matemáticos


Como trabalhar o letramento matemático na educação infantil?


O letramento matemático está dividido em conteúdos distintos, que funcionam como objetos de conhecimento necessários para alcançar os objetivos propostos na educação infantil.


Eles ajudam a explorar as competências das crianças de forma organizada, apresentando atividades práticas que envolvam os alunos na resolução de problemas, em vez de apenas resolver exercícios que não têm ligação com a vida escolar ou cotidiana.


Para os alunos aprenderem a discutir soluções e pensar criticamente a matemática, é fundamental que o professor assuma o papel de mediador e orientador do conhecimento, de maneira flexível, incentivando o debate, argumentação e contextualização do conteúdo.


Quantidade


Esta é uma ideia tão presente em nossa vida que às vezes nos esquecemos de como ela é puramente matemática. Afinal, precisamos quantificar as coisas para organizar todo nosso modelo de mundo e sociedade.


Alguns aspectos importantes relacionados à ideia de quantidade são o uso de números para representar quantidades, reconhecimento de padrões numéricos, compreensão de tamanho relativo e capacidade de realizar contagens.


Mudança e relações


Tudo em nosso mundo está em constante mudança: a criação de uma vida, a transformação de uma criança em um adolescente, as estações do ano, fases da lua, alterações climáticas, preço dos combustíveis, taxas de juros…


Mais que um pensamento filosófico, este é um conceito matemático, já que muitos destes processos envolvem funções lineares, exponenciais, periódicas ou logísticas, por exemplo. 


Em sala de aula, pode ser trabalhado explorando as relações entre as cédulas e moedas brasileiras e compor e decompor valores. Usando imitações do dinheiro, os alunos aprendem a estabelecer uma relação prática com o cotidiano.


Espaço e forma


Essa é mais uma ideia matemática fundamental para compreendermos o mundo, e que faz parte da vida de todas as pessoas. Ela é primordial para entendermos o espaço ao nosso redor e as formas das coisas.


Para compreender espaço e forma, o aluno precisa encontrar diferenças, semelhanças e padrões, além de reconhecer formas em diferentes dimensões e representações. Em outras palavras, significa ter consciência de como vemos o mundo e por que o fazemos assim.


Para trabalhar isso de forma prática, nada melhor do que colocar a mão na massa. Ou melhor: na massinha! Usar massa de modelar para construir objetos geométricos é uma excelente maneira de conhecer e estabelecer comparações entre os sólidos.


Indeterminação ou probabilidade


Saber coletar e analisar dados é uma competência que vem se tornando cada vez mais importante nos últimos tempos, principalmente em relação a processos de tomada de decisão. Neste cenário, estatística e probabilidade são dois conceitos matemáticos fundamentais.


Esta relação entre dados e possibilidade está compreendida justamente na ideia de indeterminação, tão presente no nosso cotidiano. Basta verificar a previsão do tempo para entender melhor este assunto. 


Em sala de aula, o pensamento probabilístico pode ser trabalhado usando algarismos de 1 a 9 (ou mais, dependendo da série escolar) para realizar sorteios, em um tipo de bingo, e registrar o que pode acontecer a cada rodada.


Qual a diferença entre alfabetização e letramento matemático?


Antes de fazer parte das diretrizes da BNCC, a ideia de tornar o ensino da matemática algo mais concreto e próximo do cotidiano já fazia parte dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), com o nome de alfabetização matemática.


Em outras palavras, tratam-se dois nomes diferentes para algo muito parecido: o estudo voltado para o uso do conhecimento como modo de evoluir o pensamento crítico e a análise de fatos e informações cotidianas com o uso da matemática.


Letramento matemático e BNCC: como se relacionam?


Foto de blocos de madeira representando a conta dois mais dois igual a quatro. O letramento matemático propõe o uso aplicado da matemática.


Como dissemos, o letramento de matemática está previsto na BNCC, ou seja, é orientado como parte do currículo para todas as escolas do Brasil.


Veja o que o texto da BNCC diz:


“Reconhecer que a matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, é uma ciência viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para alicerçar descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho”.


Além de definir o que é letramento matemático, a BNCC também aponta competências específicas de matemática que devem ser desenvolvidas e trabalhadas em sala de aula, de acordo com cada período de aprendizagem.


Desta forma, por exemplo, ela indica que no ensino fundamental o aluno precisa ser capaz de desenvolver o raciocínio lógico e a capacidade de argumentar de maneira consistente, compreender a relação entre conceitos e o mundo real e usar os processos e ferramentas matemáticas, entre outros.


Dúvidas frequentes


O letramento matemático é um assunto que gera bastante dúvidas. Caso você ainda precise de mais detalhes, confira algumas das questões mais frequentes a seguir.


Quais são as características específicas do letramento matemático?


De acordo com a BNCC, o letramento matemático é definido pelas habilidades e competências para representar, raciocinar, comunicar e argumentar criticamente, com base nos conhecimentos da matemática.


Ou seja, trata-se de usar o raciocínio lógico de maneira concreta para resolver problemas da vida real. Desta forma, o aluno aprende a aplicar seus conhecimentos de modo consciente, construtivo e baseado no pensamento crítico.


Qual a importância do letramento nas aulas de matemática?


O letramento matemático funciona como um instrumento para que os alunos entendam o papel concreto da matemática no mundo em que vivem, como ferramenta e linguagem para compreender sua atuação na sociedade de maneira crítica e lógica.


Ao transformar conceitos matemáticos inicialmente abstratos em conhecimentos que fazem sentido no cotidiano e podem ser aplicados com o objetivo de resolver problemas, o letramento matemático age também como motivador do aprendizado e da vontade de saber mais.


Como trabalhar letramento matemático?


O letramento matemático é uma maneira de superar a dificuldade em matemática que muitos alunos apresentam, mostrando para que ela serve e em que áreas ou situações este tipo de conhecimento pode ser aplicado.


Ao fazer isso, o professor deixa de ensinar de modo abstrato e passa a mostrar a matemática no dia a dia, auxiliando os alunos em sua vida financeira, pensamento estratégico e planejamento, tomadas de decisão e muito mais.


Conclusão


Foto de grupo de crianças em sala de aula, usando jogo de madeira para entender matemática. Com o letramento matemático, os conceitos são trazidos para o cotidiano.


Atualmente, o ensino da matemática deve abranger bem mais que fórmulas, conceitos e conjuntos numéricos. Afinal, a matemática é muito mais. É uma forma de ver o mundo e compreender tudo ao nosso redor, das manifestações naturais às variações de preços nos supermercados.


É papel do professor mostrar para os alunos a real função da disciplina no mundo, e como ela contribuiu e contribui para nossa evolução, do raciocínio lógico às tecnologias digitais.


Por esta razão, entender o que é letramento matemático torna-se cada vez mais importante, ajudando os alunos a aprenderem de forma prática, conectando conceitos abstratos a problemas reais de seus cotidianos.


Ao aproximar conceitos e conjuntos numéricos da realidade do aluno, o letramento matemático atua como um instrumento para que o aluno deseje aprender mais e entenda a matemática como algo útil, interessante e prazeroso de aprender.


Aliás, desde sua criação, o método Kumon acredita que é possível ajudar toda e qualquer criança a gostar de aprender matemática. Se você quiser saber mais, entre em contato com a gente. Será um prazer explicar como nosso método funciona e ajudar seu filho a explorar seu máximo potencial!

Artigos relacionados

Receba conteúdos exclusivos do Kumon
Aceita receber informações do Kumon?
Política de privacidade
Para garantir ainda mais transparência em como usamos seus dados pessoais aqui no Kumon, nós atualizamos nossa Política de Privacidade. Caso queira consultá-la, clique aqui. Utilizamos cookies para garantir a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, você concorda como o seu uso. Para saber mais sobre o uso de cookies, clique aqui.